Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8226
Título: Matéria Orgânica e Macrofauna Edáfica em diferentes Sistemas de Cultivo no Tabuleiro Costeiro
Autor(es): LOPES, E. C. P. N.
Orientador: FONTANA, A.
Data do documento: 24-Mai-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LOPES, E. C. P. N., Matéria Orgânica e Macrofauna Edáfica em diferentes Sistemas de Cultivo no Tabuleiro Costeiro
Resumo: A busca por sistemas sustentáveis de produção vem aumentando consideravelmente nos últimos anos, de forma que busca-se sistemas de cultivo que possam aliar a produção agropecuária à manutenção da qualidade do solo, garantindo alimento e a produtividade dos solos. O crescimento populacional pressiona de forma agressiva os ecossistemas naturais, resultando em desequilíbrios ao ambiente natural principalmente pela ação antrópica, resultando na fragmentação das áreas de vegetação remanescente. A cobertura do solo é de extrema importância para sua conservação, visto que determinadas culturas e manejo do solo podem contribuir de forma positiva inclusive para a manutenção da macrofauna edáfica, que possui papel fundamental para o estabelecimento da qualidade do solo e sua conservação, fornecendo condições para o cultivo. Objetivou-se avaliar a qualidade do solo sob diferentes sistemas de utilização através dos atributos físicos nas profundidades de 0-10 e 10-20 m e diversidade da macrofauna presente no solo e na cobertura vegetal, em cinco áreas tomadas como tratamentos, T1: fragmento de mata Atlântica; T2: pastagem de Brachiaria brizantha; T3: café Conilon consorciado com seringueira; T4: seringueira em monocultivo; T5: café Conilon cultivado em monocultivo. O trabalho foi conduzido em uma propriedade no município de Jaguaré (ES), utilizando-se delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições em cada área. Obteve-se como resultados para os atributos físicos do solo o T1, com solo menos denso nas duas profundidades coletadas; os T2 e T3 com solos mais densos na profundidade de 10-20 m; maior porcentagem de microporos presentes no solo nos tratamentos T2, T3 e T5 nas duas profundidades estudadas; maior porcentagem de macroporos nos tratamentos T1, T4 e T5 nas duas profundidades estudadas. Os tratamentos T1, T3 e T5 apresentaram maior produção de matéria seca sobre o solo, o T3 maior diversidade de classes de invertebrados presentes no solo e o T1 maior diversidade de classes de invertebrados presentes na cobertura vegetal coletada na superfície do solo.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8226
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11707_Divulgação de Defesa_Emanuelle.pdf
  Restricted Access
207.89 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.