Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8240
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPARTELLI, F. L.
dc.date.accessioned2018-08-01T23:26:45Z-
dc.date.available2018-08-01
dc.date.available2018-08-01T23:26:45Z-
dc.identifier.citationCEZANA, D. C., VARIABILIDADE ESPAÇO-TEMPORAL DE NUTRIENTES FOLIARES E PRODUTIVIDADE DO CAFÉ CONILONpor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/8240-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleVARIABILIDADE ESPAÇO-TEMPORAL DE NUTRIENTES FOLIARES E PRODUTIVIDADE DO CAFÉ CONILONpor
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberQUARTEZANI, W. Z.
dc.contributor.memberGONTIJO, I.
dcterms.abstractA agricultura de precisão trouxe ferramentas que permitem considerar as plantas de uma lavoura, não como um ambiente homogêneo, e sim em toda a sua variabilidade. Ferramentas como o variograma e a krigagem possibilitam a construção de mapas por meio da interpolação dos pontos amostrais que apresentam dependência espacial entre si, fazendo desse modo, se conhecer pontos dentro da malha amostral, sem a necessidade de amostragem Objetivou-se no presente estudo descrever a variabilidade espacial e temporal dos nutrientes foliares e produtividade de uma lavoura de café Conilon em duas épocas de amostragem. O trabalho foi conduzido em uma lavoura comercial de café Conilon da variedade denominada Bamburral, em regime de irrigação por microaspersão, no município de São Mateus - Espírito Santo. A área experimental possui dimensões de 100 x 115 m, onde se amostrou uma malha de 100 pontos com distância mínima de 2 m entre eles. A produtividade da lavoura foi estimada por meio da colheita de uma planta a cada ponto amostral. Os atributos estudados apresentaram estrutura de dependência espacial moderada, sendo o modelo esférico o que melhor se ajustou para todas as variáveis avaliadas. A maior variabilidade foi obtida pela produtividade na época 1 (CV 66,66%), e a menor, para o N também da época 1 (CV 9,21%). Ambas as variáveis apresentaram distribuição normal, com alcance de 14,31 e 44,0 m, respectivamente. O coeficiente de variação dos micronutrientes Fe, Zn, Cu, Mn e B nas duas épocas foi classificado como moderado. Os macronutrientes K, Ca, Mg e S na época 1 foram classificados como moderados enquanto o N e o P apresentaram CV baixo, na época 2 o CV moderado foi apresentado pelo P, Ca, Mg e S e o CV baixo foi apresentado pelo N e K.por
dcterms.creatorCEZANA, D. C.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2014-02-27
dcterms.subjectVariogramapor
dcterms.subjectkrigagempor
dcterms.subjectagricultura de precisãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Agricultura Tropicalpor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Agricultura Tropicalpor
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7854_40 - Dissertação - Diego Capucho Cezana20150903-153246.pdf2.05 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.