Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8242
Título: CRESCIMENTO VEGETATIVO E ACÚMULO DE NUTRIENTES EM COFFEA CANEPHORA NA AMAZÔNIA OCIDENTAL
Autor(es): DUBBERSTEIN, D.
Orientador: PARTELLI, F. L.
Coorientador: DIAS, J. R. M.
Palavras-chave: Coffea canephora
análise de crescimento
Data do documento: 24-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: DUBBERSTEIN, D., CRESCIMENTO VEGETATIVO E ACÚMULO DE NUTRIENTES EM COFFEA CANEPHORA NA AMAZÔNIA OCIDENTAL
Resumo: Objetivou-se avaliar o crescimento vegetativo de ramos, a concentração e acúmulo de nutrientes em frutos e folhas de cafeeiro sob distintos manejos de adubação na Amazônia Sul Ocidental. O experimento foi realizado no município de Rolim de Moura, Rondônia, em lavoura propagada por estacas com 2,5 anos de idade. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados em esquema de parcela subdividida no tempo, com três repetições. A parcela principal foi constituída por dois manejos de adubação (ausência e presença) e nas subparcelas as épocas de avaliação (mensuração dos ramos e coletas de frutos e folhas). O crescimento dos ramos diferiu em função do manejo da adubação, sendo que no período compreendido entre início de outubro ao início de dezembro ramos de plantas que foram adubadas expressaram taxas de crescimento maior do que ramos de plantas não adubadas. Houve variações sazonais de crescimento ao longo do ano, maiores taxas de crescimento ocorrem de meados de setembro ao início de abril, época caracterizada de estação chuvosa na região. A adubação mineral influi sobre a concentração no fruto, na folha e acúmulo nos frutos para nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, manganês, ferro e zinco. A concentração para a maioria dos nutrientes nos frutos são maiores no início da formação. E, proporcionalmente menores a partir do desenvolvimento do fruto, excetuando-se o potássio que se comporta de forma distinta, mantendo-se elevado teor no fruto em todos os estádios de desenvolvimento. Já nas folhas, baixas concentrações ocorrem no início da formação do fruto e tende a aumentar posteriormente. Maior parte do acúmulo dos nutrientes nos frutos ocorre nos estádios de expansão, granação e maturação, sugerindo-se maior demanda nutricional neste período.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8242
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7916_44 - Dissertacao - Danielly Dubberstein20150904-92351.pdf1.49 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.