Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8244
Título: Efeito da irrigação na produção e estabelecimento de mudas de eucalipto
Autor(es): BERNARDINO, LYNNIKER T.
Orientador: BONOMO, R.
Data do documento: 31-Ago-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: BERNARDINO, LYNNIKER T., Efeito da irrigação na produção e estabelecimento de mudas de eucalipto
Resumo: Atualmente, o Brasil possui cerca de 7,1 milhões de hectares de florestas plantadas desempenhando assim um papel fundamental no cenário socioeconômico do país, ao contribuir na produção de bens e serviços e na geração de empregos. Estabelecer relações entre o consumo de água pela cultura do eucalipto e a disponibilidade de água no substrato de cultivo das mudas ou no solo dos pós-plantio, pode contribuir na predição do potencial produtivo dos plantios florestais, tendo em vista que as diferentes condições de disponibilidade hídrica influenciam na sua produtividade no final do ciclo. As pesquisas têm buscado novas tecnologias, visando estabelecer florestas mais produtivas, dentre estas pesquisas está o gel hidroretentor que busca aumentar a disponibilidade de água para a planta, na fase mais critica do estabelecimento da muda no campo. Dentro deste contexto, a realização de testes a fim de avaliar o efeito de maiores suprimentos de água sobre as produtividades obtidas nestas condições pode gerar informações importantes para o manejo da cultura do eucalipto. Porém, são poucas as informações sobre as necessidades hídricas da cultura do eucalipto, necessitando de pesquisas quanto a está demanda. Em decorrência dos aspectos propostos, o presente estudo teve os seguintes objetivos: estudar as relações entre a cultura do eucalipto e o suprimento de água nas fases de crescimento e rustificação na produção de mudas em viveiro de E. grandis vs. E. urophylla 6064 e avaliar a influência da utilização de uma solução de gel e água aplicada em uma pré-irrigação, horas antes do plantio, e a sua influência no estabelecimento e desenvolvimento das mudas clonais do híbrido de Eucalyptus grandis x E. urophylla 03 nos seis primeiros meses após o transplantio. Desta forma, uma primeira experimentação, foi realizada em São Mateus ES, onde realizou-se testes com 6 lâminas diferentes de irrigação, sendo 4 dessas lâminas baseadas na evapotranspiração de referência ( 50, 100, 200, 300% da ETo) e 2 tratamentos baseados na tensão da água no substrato (-3 e -6 kPa). Neste estudo concluiu-se que as maiores lâminas de irrigação provenientes dos tratamentos de 200 e 300% da ETo, proporcionaram o maior desenvolvimento das mudas, possibilitando que as mesmas alcançassem padrões definidos para a sua expedição e posterior plantio. A segunda parte deste trabalho foi conduzida em uma área de plantio comercial em Chapadinha-MA. O estudo foi dividido em 7 Tratamentos (transplantio sem a utilização do gel; transplantio convencional; e doses crescentes 1,0g 5L-1, 2,0g 5L-1, 3,0g 5L-1 4,0g 5L-1, e 5,0g 5L-1 de solução gel por litros de água na pré-irrigação) e 3 repetições, sendo cada parcela composta por 267 plantas. Verificou-se que doses maiores de solução gel + água em pré-irrigação, proporcionaram um crescimento significativo da planta em altura e diâmetro de colo. Porém, para o período avaliado, observou-se que doses mais elevadas de solução gel + água proporcionam um menor desenvolvimento radicular.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8244
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7918_55 - Dissertacao - Lynniker T Bernardino.pdf845.66 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.