Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8249
Título: ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS EM CACAUEIRO (THEOBROMA CACAO L.) CV. CATONGO CULTIVADO SOB CONDIÇÕES DE HIPÓXIA NA PRESENÇA DE SILÍCIO
Autor(es): MARQUES, H. I. P.
Orientador: ALEXANDRE, R. S.
Palavras-chave: Teobroma cacao L

hipóxia
ácido monossilícico
Data do documento: 24-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: MARQUES, H. I. P., ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS EM CACAUEIRO (THEOBROMA CACAO L.) CV. CATONGO CULTIVADO SOB CONDIÇÕES DE HIPÓXIA NA PRESENÇA DE SILÍCIO
Resumo: O cacaueiro é cultivado em toda região tropical do mundo e sua amêndoa é o principal ingrediente do chocolate. Alguns locais de cultivo tendem a sofrer com alagamento em determinada época do ano. A baixa disponibilidade de oxigênio, provocada pelo alagamento, induz alterações nos processos fisiológicos e morfológicos modificando o desenvolvimento e crescimento das plantas. A aeração da solução nutritiva é necessária para disponibilizar oxigênio para as raízes em plantas cultivadas em sistema hidropônico. O silício é benéfico para várias culturas, principalmente quando submetidas a algum tipo de estresse, o que pode ajudar a aliviar os danos provocados pelo alagamento. Na literatura não há relato do cultivo de cacau com omissão enível de silício, principalmente pela presença do elemento em todos os tipos de solo. Com base nessa prerrogativa, foi realizado um experimento com mudas de cacaueiro, cv. Catongo. O experimento foi realizado na casa de vegetação do CEUNES, localizada no município de São MateusES. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições sendo uma planta por repetição na primeira e segunda época de avaliação e na terceira foram utilizadas duas plantas por repetição. Os tratamentos foram distribuídos num arranjo fatorial 2x3x5, sendo com e sem aeração da solução nutritiva, três épocas de avaliação (1, 10 e 30 dias) e 5 níveis de silício (0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0 mmol L-1). As avaliações realizadas foram divididas em dois capítulos, o primeiro avaliou as variáveis de crescimento, teor foliar de silício e teores de pigmentos fotossintéticos. O segundo capítulo, reuniu os caracteres de fluorescência da clorofila a e trocas gasosas. Com base nos resultados, foram observadosa influência da falta de aeraçãono teor foliar de silício, degradaçãode pigmentos fotossintéticos, fluorescência da clorofila a e trocas gasosas. Pode ser observadoo efeito isolado do silíciosobre algumas variáveis fisiológicas de plantas não submetidas ao estresse, bem como em plantas submetidas, nesse caso aliviando o estresse provocado pela falta de aeração.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8249
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7930_45 - Dissertacao - Helder Ivo Pandolfi20150903-152939.pdf1.87 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.