Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8326
Título: ESTRESSE E DOR MUSCULOESQUELÉTICA NA EQUIPE DE ENFERMAGEM DE UNIDADE DE TRATAMENTO INTENSIVO.
Autor(es): LOPES, S. D. S.
Orientador: BATISTA, K. M.
Palavras-chave: Enfermagem
Unidade de terapia intensiva
Estresse
Dor musc
Data do documento: 16-Nov-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LOPES, S. D. S., ESTRESSE E DOR MUSCULOESQUELÉTICA NA EQUIPE DE ENFERMAGEM DE UNIDADE DE TRATAMENTO INTENSIVO.
Resumo: O estresse no trabalho é vivenciado quando suas exigências excedem os recursos pessoais de enfrentamento e adaptação do trabalhador. Na reação de estresse, os músculos apresentam-se hipertônicos, resultando em tensão muscular, impactando na condição de vida do trabalhador e na qualidade da assistência prestada. Objetivo: avaliar o estresse e a dor musculoesquelética na equipe de enfermagem que atua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Metodologia: Estudo exploratório, descritivo e de campo realizado com trabalhadores de enfermagem da UTI de um hospital público do município de Linhares, ES. Os dados foram coletados por questionário composto de: dados sociodemográficos, Escala de Estresse no Trabalho e Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. Resultados A amostra foi composta por mulheres (66,7%); com média de idade de 35 anos; casadas (66,7%); técnicos de enfermagem (74,1%); que realizam atividade de lazer (70,4%); praticam atividade física (59,3%); trabalhando em turno diurno (40,7%); em plantões de 12 horas (74,1%); com outro vínculo empregatício (66,7%); não fazendo uso de medicamento (55,6%); apresentando estresse moderado (56%) e dor crônica na região lombar (81,5%). A dor lombar aguda predominou entre participantes de 30-39 anos (p-valor: 0,015). Não houve correlação entre estresse, dor musculoesquelética e as características sociodemográficas estudadas. Conclusão: O estresse e a dor musculoesquelética são decorrentes do processo de trabalho da enfermagem em UTI. Foi produzida uma tecnologia educativa sob a forma de cartilha como uma alternativa para a redução do estresse e da dor musculoesquelética da equipe de enfermagem. Descritores: Enfermagem; Unidade de terapia intensiva; Estresse; Dor musculoesquelética.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8326
Aparece nas coleções:PPGENF - Dissertações de mestrado profissional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7620_Soraia Lopes dissertação final.pdf2.29 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.