Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8352
Título: Investigação de parâmetros de inflamação e estresse oxidativo em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 usuários e não usuários de insulinoterapia
Autor(es): PAIVA, K. K.
Orientador: BEM, D. A. M. G.
Palavras-chave: diabetes mellitus tipo 2
controle metabólico
inflamação
e
Data do documento: 22-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PAIVA, K. K., Investigação de parâmetros de inflamação e estresse oxidativo em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 usuários e não usuários de insulinoterapia
Resumo: Considerando que a DM representa, atualmente, um dos problemas mais significativos de saúde pública, e ainda que a DM2, corresponde a mais de 90% dos casos de diabetes no mundo, e está associada ao aumento do risco de complicações micro e macrovasculares, torna-se importante a avaliação laboratorial de marcadores de inflamação, estresse oxidativo e hemostasia em pacientes com Diabetes Mellitus tipo 2. Trata-se de um estudo clínico onde serão selecionados 120 pacientes diagnosticados com DM2 (40 em utilização de insulina e 40 sem utilização de insulina) e 40 pacientes controle (sem diagnóstico de DM2), vinculados às equipes de Unidade de Saúde da Família (USF) do território de Consolação. O controle metabólico será avaliado através dos exames de glicemia de jejum, hemoglobina glicada (A1C), perfil lipídico e proteína C reativa ultrassensível. O estresse oxidativo será monitorado através dos níveis de óxido nítrico usando a reação de Griess, da avaliação da peroxidação lipídica com a técnica do ácido tiobarbitúrico e da atividade da superóxido dismutase. A avaliação da hemostasia será realizada através de marcadores específicos: fibrinogênio, dímero D (D-Di) e inibidor do ativador do plasminogênio (PAI-1), e da investigação dos polimorfismos -675 4G/5G na região promotora do gene do PAI-1. E a avaliação da inflamação será realizada através da dosagem dos níveis de IL-1β e TNF- α. Considerando a progressão e gravidade da doença no Brasil e no mundo, espera-se conhecer as características da doença e do tratamento dos pacientes com DM2, cadastrados da Unidade de Saúde da Família (USF) do território Consolação; e contribuir para elucidação de mecanismos metabólicos, inflamatórios, hemostáticos e de estresse oxidativo nestes pacientes, uma vez que os mecanismos patogênicos da doença ainda não estão totalmente esclarecidos. Palavras chave: diabetes mellitus tipo 2, controle metabólico, inflamação, estresse oxidativo, hemostasia
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8352
Aparece nas coleções:PPGCFAR – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9417_DISSERTAÇÃO KAINA VERSÃO FINAL .pdf1.51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.