Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8352
Título: Investigação de parâmetros de inflamação e estresse oxidativo em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 usuários e não usuários de insulinoterapia
Autor(es): Paiva, Kainá Kiffer
Orientador: Guimarães do Bem, Daniela Amorim Melgaço
Coorientador: Gonçalves, Rita de Cássia Ribeiro
Data do documento: 22-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PAIVA, Kainá Kiffer. Investigação de parâmetros de inflamação e estresse oxidativo em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 usuários e não usuários de insulinoterapia. 2017. 105 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2017.
Resumo: Considerando que a DM representa, atualmente, um dos problemas mais significativos de saúde pública, e ainda que a DM2, corresponde a mais de 90% dos casos de diabetes no mundo, e está associada ao aumento do risco de complicações micro e macrovasculares, torna-se importante a avaliação laboratorial de marcadores de inflamação, estresse oxidativo e hemostasia em pacientes com Diabetes Mellitus tipo 2. Trata-se de um estudo clínico onde serão selecionados 120 pacientes diagnosticados com DM2 (40 em utilização de insulina e 40 sem utilização de insulina) e 40 pacientes controle (sem diagnóstico de DM2), vinculados às equipes de Unidade de Saúde da Família (USF) do território de Consolação. O controle metabólico será avaliado através dos exames de glicemia de jejum, hemoglobina glicada (A1C), perfil lipídico e proteína C reativa ultrassensível. O estresse oxidativo será monitorado através dos níveis de óxido nítrico usando a reação de Griess, da avaliação da peroxidação lipídica com a técnica do ácido tiobarbitúrico e da atividade da superóxido dismutase. A avaliação da hemostasia será realizada através de marcadores específicos: fibrinogênio, dímero D (D-Di) e inibidor do ativador do plasminogênio (PAI-1), e da investigação dos polimorfismos -675 4G/5G na região promotora do gene do PAI-1. E a avaliação da inflamação será realizada através da dosagem dos níveis de IL-1β e TNF- α. Considerando a progressão e gravidade da doença no Brasil e no mundo, espera-se conhecer as características da doença e do tratamento dos pacientes com DM2, cadastrados da Unidade de Saúde da Família (USF) do território Consolação; e contribuir para elucidação de mecanismos metabólicos, inflamatórios, hemostáticos e de estresse oxidativo nestes pacientes, uma vez que os mecanismos patogênicos da doença ainda não estão totalmente esclarecidos. Palavras chave: diabetes mellitus tipo 2, controle metabólico, inflamação, estresse oxidativo, hemostasia
Type 2 diabetes mellitus (DM2) is a metabolic disorder resulting from hyperglycemia and insulin resistance which is characterized by increased production of reactive species leading to oxidative stress and inflammatory changes. The goal of this study was to investigate whether the use of insulin therapy in patients with Type 2 Diabetes Mellitus influences levels of inflammatory markers and oxidative stress. It is a clinical study in which 80 patients diagnosed with T2DM (40 in insulin therapy and 40 without insulin therapy) and 40 in the control group (without DM2) were selected. Adherence to treatment was assessed by the Morisky-Green test. Metabolic control was evaluated through tests of fasting glycemia, glycated hemoglobin and lipid profile. Oxidative stress was investigated through levels of nitric oxide (NO), lipid peroxidation (Malondialdehyde - MDA) and superoxide dismutase (SOD).
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8352
Aparece nas coleções:PPGCFAR – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9417_DISSERTAÇÃO KAINA VERSÃO FINAL .pdf1.51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.