Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8380
Título: O EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO (ENEM) E SUAS IMPLICAÇÕES NO CONTEXTO ESCOLAR: O CASO DA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO EMIR DE MACEDO GOMES EM LINHARES-ES
Autor(es): PEROBA, K. C. F.
Orientador: MANSO, M. H. S.
Data do documento: 13-Mar-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PEROBA, K. C. F., O EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO (ENEM) E SUAS IMPLICAÇÕES NO CONTEXTO ESCOLAR: O CASO DA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO EMIR DE MACEDO GOMES EM LINHARES-ES
Resumo: Esta dissertação apresenta como objeto de estudo as implicações do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no contexto da Escola Estadual de Ensino Médio Emir de Macedo Gomes, localizada no Município de Linhares, norte do Espírito Santo. A questão central do estudo se concentra em verificar em que medida o ENEM tem influenciado no processo de ensino-aprendizagem na escola pública de Ensino Médio. O estudo de caso descritivo com abordagem qualitativa foi o caminho metodológico escolhido para a investigação, combinando o uso de fontes orais e escritas, buscando ancoragem teórica em Afonso (1998; 2000; 2001) Dias Sobrinho (2000; 2002; 2003; 2010), Luckesi (2001; 2003), Ravitch (2011), Sordi (2001; 2009; 2012), Souza (2003; 2010; 2011), Zanchet (2005; 2007) e outros. Os objetivos propostos possibilitaram analisar, com um olhar crítico-reflexivo, o ENEM no panorama das políticas públicas brasileiras no campo da educação básica, focalizando sua concepção, metodologia, seu processo de implementação e suas possíveis contradições como instrumento de melhoria da qualidade do ensino. Realizou-se a coleta de dados por meio da entrevista semiestruturada, a qual deu voz a 166 alunos regularmente matriculados na 3ª série do ensino médio e 28 professores de variadas áreas do conhecimento. A fim de compreender o percurso do Ensino Médio no Brasil e a inserção do ENEM nele, foi necessário retomar a trajetória histórica dessa etapa do ensino, bem como a política neoliberal desenvolvida nas últimas décadas do século XX e suas relações com a política de avaliação externa. Os resultados alcançados por meio da análise dos dados, nos conduz à conclusão de que o ENEM incide no processo de ensino-aprendizagem, atingindo diretamente alunos e professores. Estes últimos sentem-se pressionados a alterar o trabalho pedagógico a fim de atender às exigências da avaliação externa. Nesse cenário, observou-se a manutenção da oferta de um Ensino Médio preparatório para o acesso ao Ensino Superior antes representado pelos exames vestibulares e, hoje, retratados pelo ENEM. Assim, concluímos também que, os exames nacionais, geralmente, têm servido, apenas, como reguladores de conhecimentos para a manutenção de um tipo de sociedade e, ao tomar forma de regulação, modifica a maneira de o professor ensinar. Palavras-chave: ENEM. Ensino Médio. Avaliação.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8380
Aparece nas coleções:PPGEEB – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10856_47-Keila Cristine Ferrari.pdf2.21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.