Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8393
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSANTOS, F. N.
dc.date.accessioned2018-08-01T23:28:23Z-
dc.date.available2018-08-01
dc.date.available2018-08-01T23:28:23Z-
dc.identifier.citationROSA JUNIOR, G. F., Desafios Didático- pedagógicos dos Professores de Biologia da Rede Estadual de Ensino de Nova Viçosa e Mucuri, extremo sul da Bahia.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/8393-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleDesafios Didático- pedagógicos dos Professores de Biologia da Rede Estadual de Ensino de Nova Viçosa e Mucuri, extremo sul da Bahia.por
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberSILVA, R. T. C.
dc.contributor.memberPRADO, G. M.
dcterms.abstractEsta pesquisa objetivou buscar o entendimento a respeito da situação atual, didático-pedagógica, dos professores de Biologia da rede estadual de ensino em Nova Viçosa e Mucuri, extremo sul da Bahia. A superação de situações adversas, enfrentadas pelos professores, demonstra que além da formação inicial, a continuação desta formação é primordial para uma boa atuação em sala de aula. Para tanto, utilizou-se a abordagem qualitativa e a análise do conteúdo na interpretação dos dados recolhidos, através da aplicação de questionários semiestruturados. Isso deu suporte à pesquisa de campo aplicada a 12 professores atuantes na disciplina de Biologia em 5 escolas dessas cidades, focando no desenvolvimento de suas atividades profissionais, na sua formação inicial e continuada. Nos resultados os professores apontam: desvalorização; a ausência de políticas públicas de valorização aos temporários (denominados REDA no estado da Bahia); programas de formação continuada excludentes; atuação em disciplinas fora da sua área de formação; condições adversas para aulas práticas (ausência de laboratório de ciências) e escassez material para preparar suas aulas. Por fim, nos posicionamos a favor de políticas públicas educacionais, conforme proposto por Gatti (2008, 2009, 2010, 2016), Krasilchik (2011), Charlot (2008), Libâneo (1998, 2015) que estudam, pesquisam e apontam situações que são recorrentes na prática docente: a necessidade de formações acadêmicas de qualidade; oferta de formações de qualidade aos professores efetivos e temporários; maior empenho na reestruturação de espaços escolares; reconhecer, valorizar e respeitar os profissionais de educação durante a sua prática docente. A investigação demonstra profissionais de grande competência e dedicação, ante o tratamento que lhes é dado pelo governo do estado da Bahia no desempenho de suas atividades docentes.por
dcterms.creatorROSA JUNIOR, G. F.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2018-04-06
dcterms.subjectFormação de professorespor
dcterms.subjectPrática docentepor
dcterms.subjectBiologiapor
dcterms.subjectEstado dpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básicapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Ensino na Educação Básicapor
Aparece nas coleções:PPGEEB – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11817_DISSERTAÇÃO GERALDO FRANCISCO ROSA JUNIOR 2018.pdf1.95 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.