Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8447
Título: Barreiras da Logística Reversa de Óleos Lubrificantes: uma avaliação utilizando a Análise Hierárquica de Processos
Autor(es): COMPER, I. C.
Orientador: CHAVES, G. L. D.
Palavras-chave: OLUC
Logística Reversa
Barreiras
Data do documento: 4-Set-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: COMPER, I. C., Barreiras da Logística Reversa de Óleos Lubrificantes: uma avaliação utilizando a Análise Hierárquica de Processos
Resumo: No Brasil, legalmente, a única destinação adequada do Óleo Lubrificante Usado ou Contaminado (OLUC) consiste na recuperação das propriedades iniciais e na reutilização por meio do rerrefino. Para que isto ocorra de forma eficiente e satisfatória, todo o sistema de logística reversa precisa funcionar. Porém, existe uma série de barreiras que comprometem a plena realização da logística reversa do OLUC e, consequentemente, a sua destinação adequada. Por meio de uma minuciosa revisão bibliográfica e análise documental foram identificadas barreiras políticas (falhas na legislação, evolução das metas de coleta, abrangência da fiscalização e destinação ilegal do OLUC), barreiras de infraestrutura (dimensões geográficas do Brasil, infraestrutura de transporte ineficiente, abrangência da rede coletora e quantidade e distribuição geográfica das rerrefinarias), barreiras de mercado (incertezas na qualidade do OLUC retornado) e barreiras socioambientais (falta de consciência sobre a logística reversa do OLUC / questões comportamentais e sociais). Com base nas barreiras identificadas foi construída uma Árvore de Realidade Atual (ARA), para representar a relação de causa e efeito entre as barreiras, apontando que as possíveis raízes para a dificuldade na operacionalização da logística reversa do OLUC são: a falta de consciência sobre a logística reversa do OLUC; as dimensões geográficas do Brasil; e as falhas na legislação. Por fim, foi realizada uma Análise Hierárquica de Processos (AHP) que identificou que a abrangência da rede coletora é a barreira que mais compromete a logística reversa do OLUC, na análise de especialistas e pesquisadores, indicando que a principal medida a ser tomada para a melhoria da logística reversa do OLUC é a expansão da rede coletora por todas as cidades brasileiras, com vistas a contemplar todos os pontos geradores de OLUC. Assim, este trabalho apresenta uma importante contribuição para as pesquisas na área, pois possibilitou estruturar o problema e assim, identificar as barreiras que comprometem a logística reversa do OLUC, inter-relacionar estas barreiras e por fim hierarquizá-las identificando aquelas que comprometem, com mais ou menos força, a realização da logística reversa dos óleos lubrificantes.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8447
Aparece nas coleções:PPGEN – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11297_62 - Indiana Caliman Comper.pdf2.37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.