Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8452
Título: RECUPERAÇÃO DE ÓLEO BÁSICO DE ÓLEOS LUBRIFICANTES USADOS DE MOTORES DIESEL COM AUXILIO DE ULTRASSOM
Autor(es): LINS, T. S.
Orientador: SANTOS, M. F. P.
Coorientador: VICENTE, M. A.
Data do documento: 27-Fev-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LINS, T. S., RECUPERAÇÃO DE ÓLEO BÁSICO DE ÓLEOS LUBRIFICANTES USADOS DE MOTORES DIESEL COM AUXILIO DE ULTRASSOM
Resumo: O presente trabalho baseia-se na busca de uma rota alternativa de rerrefino de óleos lubrificantes usados ou contaminados (OLUC). Fundamentado na extração de óleo básico por solvente e buscando criar um processo de baixo custo e baixo impacto ambiental, utilizou-se a tecnologia de ultrassom para promover condições favoráveis às reações de extração por solventes extratores de procedência nacional (isopropanol, butanol e etanol). O óleo lubrificante estudado é um óleo comercial mineral, desenvolvido para atuar em motores de combustão interna com ignição por compressão (ciclo Diesel). A aplicação de ultrassom foi feita por sistema de sonda ultrassônica e, buscando determinar os melhores parâmetros de extração, otimizou-se o processo a partir do estudo das variáveis envolvidas. Tanto o OLUC quanto o óleo básico extraído foram caracterizados para avaliar a eficiência do processo a partir da redução dos níveis de contaminantes e das alterações das características físico-químicas dos óleos. O rendimento alcançado, utilizando o solvente isopropanol, foi superior a 30% (góleo recuperado/gOLUC). Para o óleo básico extraído por isobutanol por incorporação mecânica combinada com US, o rendimento foi superior a 70%. Os resultados de densidade e °API obtidos foram 0,894 g/cm3 e 26,1 °API para o óleo extraído por isopropanol e 0,864 g/cm3 e 29,4 °API para o óleo extraído por isobutanol. Os valores obtidos para o OLUC foram 0,885 g/cm3 e 27,7 °API. A viscosidade dinâmica sofreu modificações consideráveis: de 105,0 mPa s no óleo comercial para 81,6 mPa s no OLUC e para 47,7 mPa s e 31,4 mPa s para os óleos obtidos por isobutanol e isopropanol, respectivamente. Pela análise de metais do óleo lubrificante recuperado observou-se redução na concentração de alguns metais: Al (75,9%), Ca (87,6%), Cr (86,7%), Fe (80,3%), Sn (84,8%) e Mg (53,8%). Para Pb a redução foi considerável: 99,4%. Outros metais presentes apresentaram aumento na concentração: Cu (274,5%); Na (166,5%); Zn (140,4%); e Si (1710%). A espectrometria de infravermelho indicou que os óleos básicos obtidos por diferentes solventes apresentam identidades distintas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8452
Aparece nas coleções:PPGEN – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11718_Divulgação de Defesa_Tomas_PDF_Local.pdf206.19 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.