Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8472
Título: Rede de Logística Reversa para os Resíduos Sólidos Urbanos
Autor(es): FERRI, G. L.
Orientador: CHAVES, G. L. D.
Coorientador: RIBEIRO, G. M.
Data do documento: 12-Abr-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FERRI, G. L., Rede de Logística Reversa para os Resíduos Sólidos Urbanos
Resumo: Com o crescente número de negócios em escala mundial e a imensa quantidade de produtos transportados diariamente, aumenta também a quantidade de resíduos sólidos (RS) gerada e de materiais que precisam ser enviados de volta à sua origem. A logística reversa é a área responsável por este fluxo reverso de produtos, sendo baseada tanto nas legislações vigentes, quanto na possibilidade de agregar valor ou reduzir custos referentes ao manejo do resíduo. Portanto a sua implantação é um elemento rumo ao desenvolvimento sustentável do planeta, pois possibilita a reutilização e redução no consumo de matérias-primas. No Brasil, o impulso a esta área especializada da logística, se deu a partir da instituição da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Nº 12.305/2010) cujos objetivos, dentre outros, são definir responsabilidades compartilhadas, implantar a coleta seletiva e a logística reversa no país, promovendo a otimização quanto a utilização e adequação dos RS. Para viabilizar esta política, faz-se necessário que aterros sanitários sejam projetados e viabilizados por meio da coleta seletiva que prolonga a vida útil destes aterros. Neste sentido, este trabalho busca realizar a modelagem matemática da rede de logística reversa dos RS possibilitando estruturar uma rede logística reversa de RS de forma a atender à legislação vigente, de forma econômica e socialmente viável. O modelo foi aplicado no município de São Mateus-ES e no Estado do Espírito Santo gerando dois cenários em escalas distintas, municipal e estadual. Esta dissertação expõe uma modelagem matemática inédita na medida em que esta possibilita a abertura de facilidades em duas camadas distintas que se comunicam entre si, além de possuir um fluxo interno de realocação de resíduos na segunda camada Palavras-chave: Rede de Logística Reversa; Política Nacional de Resíduos Sólidos; Localização de Facilidades
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8472
Aparece nas coleções:PPGEN – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9842_GIOVANE FERRI.pdf2.59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.