Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8494
Título: Materialidade e conflito : visões sobre corporalidade e o objeto artístico por três artistas latino-americanas, Janine Antoni, Teresa Margolles e Doris Salcedo
Autor(es): Contreras Godínez, Mónica Elisa
Orientador: Cirilo, Aparecido José
Coorientador: Torres, David Ruiz
Palavras-chave: Arte corpo; Janine Antoni; Teresa Margolles; Dóris Salcedo; Memória; Materialidade
Data do documento: 9-Mai-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta dissertação tem por objetivo trazer a tona uma reflexão sobre a produção artística contemporânea em três artistas latino-americanas, especificamente Janine Antoni (Bahamas, 1962- ), Teresa Margolles (México,1963- ) e Dóris Salcedo (Colômbia 1958- ), artistas que procuram uma exploração da noção de corporalidade por meio da análise de alguns processos esculturais-objetuais em produções artísticas que parecem trabalhar de maneira a repetir ou sugerir fatos, embora evitam a representação realista e que têm um interesse como obra de protesto. As três artistas utilizam a presença corporal em sua relação com o real apresentado. A repetição ou impressão é o que retorna, não é o fato original, mas sim, à sua sombra, sua memória. É no encontro com ela que se produz no sujeito um estranhamento, uma ansiedade e angústia traumática que parecem permitir sair do cotidiano e cogitar outras possibilidades de viver no mundo. Os resultados revelam as obras como testemunhas de processos vivenciais que permitem uma revisão de diferentes estados da poética corporal envolvida com a problemática de índole política.
This thesis aims to bring up a reflection upon the contemporary artistic production in three latin-american artists, specifically Janine Antoni (Bahamas, 1962), Teresa Margolles (México,1963- ) and Dóris Salcedo (Colômbia 1958-), this artists explore notions of corporality through the analysis of some sculptural-objectual processes in artistic productions that seem to work repeating or suggesting facts, yet they seem to evade a realistic representation and have a particular interest as protest art work. This three artists use the bodily presence and its relation to real in artworks, in which repetition and impression is what can be seen, we don´t see the original fact, but its memory, its shadow. Is in its encounter with the public that takes an strangeness, a traumatic anxiety that seems to allow an exit from the ordinariness of day-to-day life and to think in other possibilities to live in this world. The results reveal the artworks as witnesses of lifestyles that allow a review of different states of the poetics of the body engaged with problematics of political order.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8494
Aparece nas coleções:PPGA - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10997_MONICA_CONTRERAS_DISERTACAO.pdf6.96 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.