Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8519
Título: Diálogos e práxis no processo de formação humana no âmbito do Proeja no Ifes
Autor(es): Zen, Eliesér Toretta
Orientador: Oliveira, Edna Castro de
Palavras-chave: Dialogs
Philosophical praxis
Integral human formation
Data do documento: 13-Dez-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta pesquisa teve por objetivo analisar a práxis filosófica de estudantes e professores de uma turma do curso de Segurança do Trabalho em um dos Campi do Instituto Federal do Espírito Santo a partir do exercício do diálogo crítico como atitude filosófica que integra as dimensões técnica e humanística da formação humana no Proeja. Defende a tese de que a práxis filosófica na turma do curso pesquisado se evidencia como elemento integrador entre diferentes componentes curriculares pela prática do diálogo crítico em torno das relações sociais capitalistas e suas implicações na conformação e ou transformação da realidade pessoal e social. A investigação se orientou pela seguinte questão: qual tem sido a práxis filosófica em uma turma do curso de Segurança do Trabalho e quais as possibilidades dessa se configurar como espaço e tempo de desenvolvimento da formação humana integral de estudantes e professores do Proeja no Ifes-Vitória? O aporte teórico metodológico tem no materialismo histórico-dialético suas bases centrando-se na filosofia da práxis pelos diálogos entre Marx, Gramsci e Freire. Como pesquisa qualitativa, a opção metodológica assumida foi pela pesquisa participante que se realizou tomando por base o pertencimento à comunidade, a participação e o diálogo entre pesquisador, estudantes e professores durante as aulas e as entrevistas. Os sujeitos participantes da pesquisa foram 12 estudantes e sete professores de uma turma do curso de Segurança do Trabalho do Proeja em que nos inserimos atuando com a observação participante nos períodos de 2014/2 e 2015/1; participaram ainda duas estudantes do Proeja do último período do curso de Segurança de Trabalho, totalizando assim 14 estudantes e sete (7) professores, participantes. Os resultados revelaram que por meio da práxis filosófica estudantes e professores exercitaram o diálogo crítico acerca das desigualdades engendradas pelo sistema capitalista ao problematizarem nas aulas os temas do desemprego, da terceirização, da concentração da terra e do monopólio da mídia. Assim, os diálogos entre discentes e docentes sinalizaram para uma práxis filosófica que visa à transformação das relações sociais capitalistas tendo em vista a formação humana integral no Proeja.
This research had a philosophical praxis analysis between students and professors as main goal, and took place in a campus of a federal institute named Instituto Federal do Espírito Santo, state in which it is located. The thesis was based in a critic dialog in this Labor Safety class as a philosophic attitude that integrates the technical and humanistic dimensions of human formation at Proeja. The thesis defends that the philosophic praxis in the class is evidenced as a integrating element between different curricular components by practicing the critic dialog in capitalist social relationships and its applications in transforming the social and personal reality. The investigation was guided by the following issue: which has been the praxis in a Labor Safety class and which are the possibilities of being settled as space and time of human formation development of students and professors at Proeja? The theoretical methodological contribution has its base in the historical-dialectical materialism, and it is based in the philosophy of praxis between Marx, Gramsci and Freire's dialogs. As a qualitative research, a methodological approach to participatory research that is carried out based on belonging to the community, participation and dialogue between researchers, students and teachers during classes and interviews. The participating individuals were 12 students and seven professors of a Labor Safety class of Proeja, in which we were acting with the observation in the periods of 2014/2 and 2015/1; there were yet two Proeja alumni students, totalizing 14 students and seven participating professors. The results reveal that through the philosophical praxis students and professors exercised the critic dialog among inequalities caused by the capitalist system by problematizing unemployment, outsourcing, land concentration and the media monopoly. Thus, the dialogues between students and teachers signaled for a philosophical praxis that aims at the transformation of capitalist social relations in view of integral human formation in Proeja.
Esta investigación tuvo por objetivo analizar la praxis filosófica de estudiantes y profesores de un grado del curso de Seguridad del Trabajo en uno de los campus del Instituto Federal del Espírito Santo de Vitória, a partir del ejercicio del diálogo crítico como actitud filosófica que integra las dimensiones técnica e humanística de la formación humana en el Proeja. Defiende la tese de que la praxis filosófica en el grado del curso investigado se evidencia como elemento integrador entre diferentes componentes curriculares por la práctica del diálogo crítico, en torno de las relaciones sociales capitalistas y sus implicaciones en la conformación y o transformación de la realidad personal y social. La investigación se orientó por la siguiente pregunta: ¿Cuál ha sido la praxis filosófica en el curso de Seguridad del Trabajo y cuales las posibilidades de ésta configurarse como espacio y tiempo de desarrollo de la formación humana integral de estudiantes y profesores del Proeja en el Ifes-Vitória? El aporte teórico metodológico tiene en el materialismo histórico – dialectico sus bases, centrándose en la filosofía de la praxis por los diálogos entre Marx, Grancé y Freire. Como investigación cualitativa, la opción metodológica asumida fue por la investigación participante que se realizó tomando como base el pertenecer a la comunidad, la participación y el diálogo entre investigador, estudiantes y profesores durante las clases y las entrevistas. Los sujetos que participaron de esta investigación fueron 12 estudiantes y 7 profesores de un grado del curso de Seguridad del Trabajo del Proeja en que nos inserimos actuando con la observación participante en los períodos de 2014/2 y 2015/1; participaron aún 2 estudiantes del Proeja del último período del curso de “Segurança del Trabajo”, totalizando 14 estudiantes y 7 profesores participantes en total. Los resultados revelaron que por medio de la praxis filosófica, estudiantes y profesores ejercitaron el diálogo crítico sobre las desigualdades engendradas por el sistema capitalista teniendo en vista la formación humana integral en el Proeja.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8519
Aparece nas coleções:PPGE - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10811_merged.pdf2.41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.