Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8568
Título: O ACESSO E PERMANÊNCIA DOS PROFESSORES CONTRATADOS NAS INSTITUIÇÕES EDUCATIVAS: UMA ANÁLISE DE SUAS EXPERIÊNCIAS
Autor(es): JANN, M.
Orientador: ARAUJO, V. C.
Palavras-chave: Trabalho docente
Professores contratados
Precarização do t
Data do documento: 6-Jul-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: JANN, M., O ACESSO E PERMANÊNCIA DOS PROFESSORES CONTRATADOS NAS INSTITUIÇÕES EDUCATIVAS: UMA ANÁLISE DE SUAS EXPERIÊNCIAS
Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo investigar os sentidos atribuídos pelos professores contratados ao seu trabalho docente a partir do seu ingresso, através de um contrato temporário, na rede pública de educação no município de Cariacica. Estudiosas como Gatti (2011) e Oliveira (2008) vêm analisando e discutindo as transformações pelas quais o trabalho docente vem passando e apontando a efetivação do contrato para o trabalho temporário como uma realidade nas redes educacionais. Na contemporaneidade, convivemos com os ajustes econômicos que passam a interferir nos modos de regulação no trabalho docente e passamos então a experimentar relações no trabalho com transitoriedade, em curto prazo de tempo, com vínculos precarizados e desenvolvendo uma performance em que o professor vai se adequando às regras para o alcance de uma vaga de trabalho. Assim, utilizando-se de um estudo exploratório nos propusemos a observar o cenário em que se circunscreve o recrutamento dos professores contratados e a analisar os documentos que legitimam o processo de contratação. A pesquisa se estendeu em três fases, a fim de que pudéssemos observar os modos como os candidatos se relacionam com o ingresso na educação pública por meio dos processos seletivos de contratação e na segunda e terceira fase, a partir das narrativas dos professores, procuramos evidenciar os desdobramentos no percurso do trabalho em curto prazo que se configuram neste universo de professores em designação temporária. A pesquisa evidenciou que os professores contratados passam por experiências de competição entre os pares para acessar uma vaga de trabalho; há uma fragilidade na acolhida destes professores nas unidades educativas e tensões vão se estabelecendo ao final do contrato, o que traz um sentimento de impotência diante das lógicas de contratação temporária que vão se naturalizando no trabalho docente.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8568
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10008_Dissertação Mestrado margareth final.pdf4.3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.