Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8573
Título: Educação, indústria cultural e ressentimento no seriado Todo Mundo Odeia o Chris
Autor(es): Magalhães, Gianni Marcela Boechard
Orientador: Loureiro, Robson
Data do documento: 22-Jul-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta dissertação tece considerações sobre a ação dos meios de comunicação de massa no processo de formação das subjetividades de crianças e adolescentes. O objeto de estudo é o seriado Todo mundo odeia o Chris, programa de televisão com altos índices de Ibope na televisão brasileira, indicado por 24 dos 25 alunos de uma turma de Ensino Fundamental, no município de Vila Velha. O problema da pesquisa diz respeito à produção do ressentimento validado pelos media, no sentido de se perceber o que esse sentimento pode desencadear nas relações sociais. Parte-se das seguintes hipóteses: a) sentimentos de inferioridade podem ser produzidos e/ou agravados por meio da mediação da indústria cultural, que formata o sentido da vida pelos media e contribui para o processo sermiformativo (Halbildung), o que pode ser um dos principais motivadores da adaptação dos sujeitos; b) a falta de elaboração do passado, quer seja individual ou coletiva, pode ser um dos fatores que tendem a perpetuar as convicções dos sujeitos, principalmente no que se refere à formação das subjetividades. A partir de alguns diálogos, de personagens do seriado, propõe-se analisar o conceito de ressentimento, bem como suas possíveis consequências. De cunho teórico-analítico, a partir de uma abordagem qualitativa a pesquisa recorre à Teoria Crítica da Sociedade de Theodor Adorno, em diálogo com aspectos da filosofia de Nietzsche bem como com a tradição da teoria psicanalítica. A partir dos estudos de Adorno, foi possível verificar que a indústria cultural tem um papel decisivo na orquestração de gostos e desejos dos seres humanos, bem como promove a ideologia de que ser submisso é a única condição possível para uma determinada classe. No entanto, quando os sujeitos ressentidos não conseguem mais sublimar o ódio, esses se voltam contra alguém, e é devastador. Uma possível saída, de acordo com Adorno, é a realização de uma cristalina elaboração do passado, no sentido de elevar, ao nível da consciência, os restos abandonados nos escombros da história – individual e coletiva –, pôr-se em busca da origem subjetiva e objetiva que condiciona a existência das ações que significam o agora
This dissertation reflects on the action of the mass media in the formation of subjectivities process in children and adolescents. The object of study is the tv series Everybody hates Chris, a tv show with high rates of audience on Brazilian television, and indicated by 24 out of 25 students of an elementary school class in Vila Velha county. The problem of this research concerns the production of resentment validated by the media, in order to analyze what this affection can trigger in social relations. It starts with the following hypothesis: a) feelings of inferiority can be produced and/or exacerbated by the cultural industry mediation, that formats the meaning of life by the media and contributes to the process of sermiformation (Halbildung), which can be one of the main reasons for the adaptation of the subjects; b) the lack of development of the past, whether individual or collective, can be one of the factors that tend to perpetuate the beliefs of individuals, especially what regards to the formation of subjectivities. From some dialogues of characters from the show, it is proposed to analyze the concept of resentment, as well as its possible consequences. Of a theoretical-analytical nature, from a qualitative approach, the research refers to the Critical Theory of Society from Theodor Adorno, in dialogue with aspects of Nietzsche's philosophy as well as the tradition of psychoanalytic theory. From Adorno‟s studies, it was possible to verify that the cultural industry has a decisive role in the orchestration of tastes and desires of human beings and in promoting the ideology that being submissive is the only possible condition for a particular class. However, when the resentful individuals can no longer sublimate hate, they turn against someone, and it's devastating. One possible solution, according to Adorno, is the realization of a crystalline elaboration of the past, in a way to rise to the level of consciousness, the remains abandoned in the debris of history - individual and collective - put itself in search of subjective and objective source that determines the existence of actions that mean the present time
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8573
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.