Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8611
Título: AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM À LUZ DA PEDAGOGIA HISTÓRICO-CRÍTICA: contribuições para a formação de professores
Autor(es): CASTRO, T. P.
Orientador: MARSIGLIA, A. C. G.
Palavras-chave: Avaliação da aprendizagem
Educação Infantil
Pedagogia Hist
Data do documento: 24-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CASTRO, T. P., AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM À LUZ DA PEDAGOGIA HISTÓRICO-CRÍTICA: contribuições para a formação de professores
Resumo: Essa dissertação tem como objeto de estudo a avaliação da aprendizagem na educação infantil e, dessa forma, realizamos um levantamento da literatura que evidencia a ausência de produções sobre essa temática, sobretudo, com base no referencial da pedagogia histórico-crítica, o que acarretou inquietações que nos mobilizaram a desenvolver essa pesquisa, pois é imprescindível evidenciar as contribuições dessa teoria pedagógica para a organização dos processos avaliativos. Tomando como base de análise o referencial da pedagogia histórico-crítica, elegemos as seguintes questões de pesquisa: 1) Qual a predominância teórica nos estudos da área da avaliação da aprendizagem escolar e quais os fundamentos epistemológicos subjacentes às produções sobre avaliação da aprendizagem? 2) Que fundamentos epistemológicos têm subsidiado as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI), no que se refere à avaliação da aprendizagem? 3) Que contradições são evidenciadas nas discussões em torno da avaliação na educação infantil? Considerando o tema dessa pesquisa, estabelecemos como objetivo geral analisar, à luz da pedagogia histórico-crítica, a predominância dos estudos na área da avaliação da aprendizagem escolar na educação infantil, buscando as suas contradições e possibilidades. Assim, delimitamos como objetivos específicos: identificar a concepção de avaliação e os fundamentos epistemológicos mais predominantes nas produções acadêmicas encontradas na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD); examinar os fundamentos epistemológicos que têm subsidiado as Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil sobre a avaliação da aprendizagem escolar; elucidar as contradições presentes nas discussões sobre a avaliação da aprendizagem na Educação Infantil. Qual a predominância nos estudos na área da avaliação da aprendizagem escolar e quais os fundamentos epistemológicos adjacentes às produções sobre avaliação da aprendizagem? Que contradições são evidenciadas nas discussões em torno da avaliação na educação infantil? Diante de tais contradições, quais as contribuições da pedagogia histórico-crítica para a compreensão da avaliação da aprendizagem? Essa pesquisa é de natureza teórica, de cunho bibliográfico e documental. Os resultados apontam duas contradições em torno das discussões sobre a avaliação na educação infantil: não percebemos, nos documentos analisados nem nos autores mais citados nas produções acadêmicas, uma ruptura com o ideário defendido pela lógica neoliberal, mas sim um alinhamento a este, o que vai de encontro ao reais e necessários interesses da classe trabalhadora. Tendo em vista a hegemonia de um discurso que se vincula ao ideário do aprender a aprender, outra contradição decorrente dessa aliança com o projeto neoliberal refere-se ao crescente esvaziamento dos conteúdos escolares, sejam eles históricos, artísticos ou filosóficos. Nossa defesa é a de que a educação infantil necessita ter o ensino como eixo para sua organização. Buscando sinalizar alguns elementos sobre a avaliação da aprendizagem no âmbito da pedagogia histórico-crítica, entendemos que ela se constitui como atividade mediadora no interior da prática educativa, na medida em que se interpõe entre a atividade de ensino e a atividade de aprendizagem. Entender a avaliação como atividade mediadora significa superar a ideia de mediação como elo ou ponte e entendê-la como movimento da atividade que se interpõe sobre os polos da atividade de ensino (professor) e da atividade de aprendizagem (aluno), captando suas relações e ultrapassando-as, promovendo a transformação de todo o conjunto.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8611
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11382_Dissertação TAINARA.pdf2.06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.