Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8643
Título: Produção escrita e educação do campo: um estudo de caso em uma escola de ensino fundamental do município de domingos Martins-ES
Autor(es): HEHR, R. G.
Orientador: FOERSTE, E.
Palavras-chave: Educação do Campo
Produção escrita significativa
Formação
Data do documento: 24-Ago-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: HEHR, R. G., Produção escrita e educação do campo: um estudo de caso em uma escola de ensino fundamental do município de domingos Martins-ES
Resumo: A presente pesquisa, desenvolvida na linha Cultura, Currículo e Formação de Educadores, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação PPGE do Centro de Educação- CE da Universidade Federal do Espírito Santo, tem como objetivo investigar as práticas escolares de produção escrita em uma turma dos Anos Finais do Ensino Fundamental de uma escola campesina do município de Domingos Martins, Estado do Espírito Santo, Brasil. Como são as práticas escolares de produção escrita em uma escola do campo? Os referenciais teóricos beneficiaram discussões com Freire (2013) e Arroyo (2007) para explanarmos as situações de opressão na Educação do Campo; Bakhtin (2010, 2013) e Geraldi (2013) para conduzirem a análise das práticas escolares de produção escrita; e Candau (2012), para tratarmos da interculturalidade, reflexão que se faz necessária ao se pensar em uma educação que considera a diversidade cultural, histórica e social dos sujeitos. Optamos, nesta pesquisa, pela abordagem qualitativa, conforme nos apresenta Ludke e André (2006). O Estudo de Caso favoreceu a nossa participação no ambiente escolar, para registro e análise de práticas escolares voltadas à linguagem escrita, e utilizamos a observação participante, a entrevista, a análise documental, o questionário e o grupo focal para a produção dos dados. Os resultados da pesquisa demonstram que a escola tem proporcionado práticas escolares diferenciadas, ligadas à realidade dos educandos, com o objetivo de valorizar a cultura campesina e estimular a produção escrita dos estudantes. No entanto, as produções têm priorizado os textos pragmáticos e referenciais, em detrimento de produções de textos literários. A formação continuada de educadores tem contribuído para a reflexão e mudança nas práticas escolares de produção escrita.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8643
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9400_Dissert. Roseli.pdf3.7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.