Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8648
Título: O Diagrama V na experimentação em uma disciplina de Química Geral no ensino superior
Autor(es): Pereira, Raphael
Orientador: Ferracioli, Laércio
Palavras-chave: Diagrama V
Estilos de aprendizagem
Experiência
Conhecimento
Data do documento: 30-Jul-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Os estudantes egressos do Ensino Médio, na maioria das vezes, vêm com versões deterministas do que é fazer Ciência, criando a visão deturpada do fazer como mera verificação do que já é posto a partir das aulas experimentais. Eles podem apresentar uma grande dificuldade de se libertarem da abordagem não reflexiva típica da escola tradicional em função de suas experiências anteriores proporcionadas por metodologias acríticas com a presença de monólogos. Institucionalmente, também temos uma escola que privilegia o discurso do agir por reflexo e não por reflexão, o que pode interferir nas relações do pensar e fazer devido à preocupação de se obter pontuação necessária para a aprovação na disciplina. Este estudo teve o objetivo de analisar a utilização do Diagrama V por estudantes de Engenharia Civil e Engenharia de Produção em uma disciplina de Química Geral na construção do conhecimento a partir de experimentações no contexto do Ensino Superior de uma instituição privada do estado do Espírito Santo. A metodologia desenvolvida foi caracterizada por uma abordagem qualiquantitativa a partir de objetivos exploratórios-descritivos combinados, utilizando como forma procedimental a pesquisa-intervenção desenvolvida no campo. Observou-se uma melhora no desenvolvimento das experimentações e na comunicação dos estudantes. O Diagrama V pode ser utilizado como proposta de organização do conhecimento a partir do conhecimento anterior que o estudante traz de sua experiência, não permitindo que as aulas experimentais sejam relatadas através de meros registros acríticos. Os estudantes declararam que, mesmo sendo complexa a construção do Diagrama V, preferiam construi-lo quando comparada à construção do relatório tradicional. Eles ainda afirmaram que essa metodologia promove a interação entre o pensar e o fazer na construção do conhecimento. Pôde-se afirmar ainda que existem aproximações teóricas entre os aspectos do Diagrama V e os estilos de aprendizagem expresso pelo modelo de Simon (2010). Porém, ao se analisar os valores obtidos nos aspectos do Diagrama V produzidos pelos estudantes no decorrer das dez experimentações não houve uma relação expressiva entre o desempenho dos mesmos com seus respectivos estilos de aprendizagem. A utilização do Diagrama V é recomendada na construção do conhecimento nas aulas experimentais de Química Geral, pois os resultados evidenciaram uma melhora significativa no entendimento das experimentações desenvolvidas pelos estudantes.
The students graduating from High School, most of the time, come with deterministic versions of that is to doing Science, creating a distorted view of how to mere verification of what is laid from the experiental classes. They may have great difficulty to be free from non-reflective approach typical of the traditional school because of their previous experiences provided by uncritical methodologies with the presence of monologues. Institutionally, we also have a school that focuses on speech act by stimulus and not by reflection, which can interfere in the relations between thinking and doing of concern to obtain required score to pass the subject. This study aimed to analyze the use of V Diagram for students of Civil Engineering and Production Engineering in a discipline of General Chemistry in the construction of knowledge from experiments in the context of Higher Education in a private institution in the state of Espírito Santo. The methodology was characterized by a qualiquantitative approach from exploratory-descriptive goals combined, using as a procedural way to intervention-research developed in the field. There was an improvement in the development of experiments and communication students. The V Diagram can be used as a proposal for the organization of knowledge from the previous knowledge that the student brings his experience, not allowing the experimental classes are reported by mere uncritical records. The students said that even though complex construction V Diagram, preferred to build it when compared to traditional construction of the report. They also said that this methodology promotes interaction between thinking and doing in the construction of knowledge. still it could be said that there are similarities between theoretical aspects of the V Diagram and learning styles expressed by the Simon’s model (2010). However, when analyzing the values obtained in aspects of the V Diagram produced by students in the course of the ten experiments there was a significant relationship between their performances with their learning styles. The V Diagram is recommended in the construction of knowledge in the experimental classes of General Chemistry, as the results showed a significant improvement in the understanding of the experiments developed by the students.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8648
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9484_DISSERTAÇÃO - UFES.pdf5.92 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.