Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8653
Título: Imagem e memória : uma análise da escola multisseriada na comunidade do campo em Santa Maria de Jetibá-ES
Autor(es): Delboni, Juber Helena Baldotto
Orientador: Foerste, Gerda Margit Schütz
Data do documento: 8-Mar-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este estudo analisa as imagens fotográficas na mediação das memórias dos sujeitos sobre a escola multisseriada na comunidade campesina, em Santa Maria de JetibáES. Do ponto de vista metodológico, utiliza-se do estudo de caso (ANDRÉ, 2005), tendo como fonte de pesquisa a fotografia (CIAVATTA, 2002; SCHÜTZ-FOERSTE, 2012), e, como complemento, outras fontes documentais e orais. Como aporte teórico, dialoga com os autores que estudam a memória coletiva (HALBWACHS, 2006; LE GOFF, 1992; POLLAK, 1989, 1992; NORA, 1993) e a fotografia como mediação (CIAVATTA, 2002, 2008, 2009). O diálogo com autores que estudam a Educação do Campo contribuiu para a compreensão da escola multisseriada como escola de direito inserida no movimento da Educação do Campo (FERNANDES, 2006; HAGE, 2010; CALDART, 2011; ARROYO, 2011). Uma escola que, sendo concebida e defendida pela comunidade do campo, vai ao encontro do movimento de educação como projeto de emancipação social (FREIRE, 1987, 2000). No contexto da escola investigada, a pesquisa evidencia que as imagens fotográficas são mediadoras das memórias da escola, revelando processos históricos, políticos e culturais relacionados à escola multisseriada. Considera que as escolas multisseriadas representam o direito das populações do campo a uma educação em sua própria comunidade, fortalecendo as identidades, os saberes e os valores do campo. Ao mesmo tempo, a escola deve ser lugar de memória e, nesse processo, as memórias mediadas pelas imagens fotográficas fortalecem os laços de pertencimento dos sujeitos à escola e se integram às lutas para manter a escola na comunidade. Esta pesquisa reitera a necessidade de sistematizar as memórias das escolas multisseriadas, penalizadas pela fragmentação dos registros, principalmente os fotográficos, e sinaliza para a necessidade de aprofundar estudos sobre a memória destas instituições, fortalecendo as lutas dos sujeitos do campo por educação em seus contextos
This study aims at analyzing photographs in the mediation of the subjects’ memories of a school of multigrade classes in a farming community located in the city of Santa Maria de Jetibá, Espírito Santo Federal State. The paper is methodologically characterized as a case study (ANDRÉ, 2005) and relies on photography (CIAVATTA, 2002; SCHÜTZ-FOERSTE 2012) as a research source, as well as other documental and oral sources. This work’s theoretical contribution is a result of a dialog with authors who study concepts such as collective memory (HALBWACHS, 2006; LE GOFF, 1992; POLLAK, 1989, 1992; NORA, 1993) and photography as mediation (CIAVATTA, 2002, 2008, 2009). The dialog with authors who study Rural Education has contributed for the understanding of a school of multigrade classes as a lawfully recognized school inserted in the Rural Education Movement (FERNANDES, 2006; HAGE, 2010; CALDART, 2011; ARROYO, 2011). A school that is conceived and defended by the rural community and that meets the ideals of an educational movement as a project of social emancipation (FREIRE, 1987; 2000). Within the context of the investigated scenario, this research reveals that the photographs are mediators of the memories of the school, unveiling historical, political and cultural processes related to the school of multigrade classes. This study also considers that multigrade-class schools represent the right of the rural population to have access to education in its own community, strengthening rural identities, knowledge and values. At the same time, the school must be a place of memories and, within such process, the memories mediated by photographs strengthen the subjects’ belonging ties to the school and take part in the struggles for keeping the school in the community. This paper reaffirms the need for the systematization of the memories of multigrade-class schools, penalized by the fragmentation of the records, mainly the photographical ones. It also points out the necessity of deepening studies about the memories of multigrade-class schools, strengthening the struggles of rural subjects’ for education in their contexts
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8653
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9652_Dissertação Juber Versão Final para impressão completa (1).pdf3.28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.