Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8666
Título: Análise dos documentos oficiais que versam sobre a educação infantil do/no campo em Domingos Martins à luz da pedagogia histórico-crítica
Autor(es): Lourenço, Kristine
Orientador: Marsiglia, Ana Carolina Galvão
Data do documento: 31-Mai-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Constitui-se como objetivo desta pesquisa analisar documentos oficiais do município de Domingos Martins, os quais versam sobre a Educação Infantil do/no campo, à luz da pedagogia histórico-crítica. Os documentos analisados foram o Plano Municipal de Educação (2015-2025), o Documento Curricular da Rede Municipal de Educação (2016) e o Projeto Político-Pedagógico do Centro de Educação Infantil “Germano Gerhardt” - 2015. Além disso, procuramos constatar o alinhamento dos documentos martinenses aos documentos que circulam no âmbito da educação brasileira de forma geral, dominada pelas referências teóricas das pedagogias do “aprender a aprender”. Buscamos defender que tanto a escola do/no campo quanto a escola da/na cidade precisam lutar contra o capital, contra o saber hegemônico, contra a desumanização do indivíduo; mas, para tanto, precisamos reconhecer que não pode haver diferenciação entre o ensino do meio urbano e do meio rural, no sentido de sua generalidade, garantindo sua especificidade, uma vez que os indivíduos do campo, assim como os da cidade, possuem o direito de acesso ao conhecimento produzido historicamente pela humanidade. Por conseguinte, pretendemos contribuir com as discussões a respeito dos processos educativos das crianças pequenas (0 a 3 anos) e em idade pré-escolar (4 a 6 anos), postulando uma Educação Infantil que desmistifique o ideário pedagógico do “aprender a aprender”, que tem se colocado hegemonicamente na educação brasileira. Nesse sentido, a defesa da pedagogia históricocrítica se articula à sistematização dos saberes produzidos pela humanidade, ao trabalho realizado nas escolas e ao processo de enfrentamento da luta de classes, compreendendo que a escola é o espaço institucionalizado e destinado à socialização dos conhecimentos mais desenvolvidos e que, portanto, colaboram para a transformação dos indivíduos
This research has as objective to analyze the official documents from Domingos Martins county which talks about children schooling in the field of critic-historic education. The analyzed documents were the ones from education county from (2015-2015), the curricular document from the city’s education system (2016) and the political education project from children school called “Germano Gerhardt” - 2015. Besides that, this research is to try to establish the alignments of documents from Domingos Martins to the documents that are around the Brazilian education in a general way, taking into consideration the theorical references from the education system from “Learn how to learn”. We tried to defend that either in the school from the countryside or in the school from the city need to fight against unfair distribution of income, against the hegemonic knowledge, against the dehumanization of the human being, but in order for this to occur, we need to recognize that there is no difference between the countryside school education and city’s school education, in a generalized way which guarantees its expertise, once the individuals from the rural area and the city have the rights to have access to knowledge historically produced by humankind. Therefore, we try to contribute with the arguments considering the education processes from children around (0 to 3 years old) in the age of prekindergarten (4 to 6) forwarding children education that demystify the ideal education from "learn how to learn" that has positioned the hegemony in the Brazilian education. In this sense, the defense of historically critical education articulates the systematically from knowledge produce by humankind on the projects done in the schools and the process facing the fight in the society, understanding that the school is a space institutionalized by the socialization of knowledge very well developed that collaborates to the change of individuals
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8666
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9948_Versa?o final com ficha catal .pdf91.81 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.