Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8741
Título: O trabalho de assistentes sociais nas secretarias municipais de educação do Espírito Santo
Autor(es): Favarato, Mariana Fornaciari
Orientador: Salazar, Sílvia Neves
Data do documento: 12-Ago-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta pesquisa tem como objeto de estudo o trabalho de Assistentes Sociais na Política de Educação, particularmente no ensino fundamental, nos municípios do Espírito Santo. Busca caracterizar e compreender o trabalho destes profissionais a partir da apreensão da categoria trabalho e processo de trabalho tendo como base os Subsídios para a Atuação de Assistentes Sociais na Política de Educação de 2013. Entrevista Assistentes Sociais que trabalham no ensino fundamental público, identificados a partir de mapeamento realizado no Espírito Santo. Considera que as mudanças ocorridas nos últimos anos para a manutenção da produção e reprodução capitalista interferem no processo de trabalho do Serviço Social, com destaque para a reestruturação produtiva, a focalização, descentralização e privatização das políticas sociais. Considera ainda que com o aumento das expressões da questão social nas escolas em consequência da ampliação das matrículas especialmente no ensino fundamental e também as mudanças na Política de Educação favorecem a crescente inserção de Assistentes Sociais nessa política. Os resultados da pesquisa demonstram que a dinâmica do capital invade a lógica do trabalho nas escolas; as profissionais de Serviço Social têm dificuldade de apreensão dos elementos que compõem o seu processo de trabalho e acabam respondendo, muitas vezes, as demandas imediatas e/ou institucionais; a dinâmica do trabalho abstrato tem capturado essas profissionais, onde muitas vezes se perde a dimensão do trabalho concreto. E por fim, identificamos que os Subsídios não estão incorporados ao cotidiano de trabalho das profissionais entrevistados. Assim, é necessário avançar no debate teórico/prático a partir da apreensão da categoria trabalho e processo de trabalho particularmente no campo da Política de Educação onde se trata de um espaço contraditório e de disputa de projetos, em que se colocam vários desafios para que se possa desenvolver um trabalho de qualidade com os direcionamentos do projeto ético-político defendido pela categoria.
This research has as study object the work of Social Workers on Education Policies, particularly on Fundamental Education, in Espírito Santo's cities. It pursuits to characterize and understand the work of these professionals from the apprehension of the work category to the work process based on Subsidies to the Performing of Social Workers on 2013 Education Policies. It interviews Social Workers that work in fundamental education, identified from mapping results in Espírito Santo. It considers that the changes occurred in the last years to maintain capitalist production and reproduction interferes on the work process of the Social Services, highlighting the production restructuring, focalization, decentralization and privatization of social policies. It also considers that with the increase of expressions of social issues in schools in consequence of the enrolments increase specially in fundamental education and also the changes in Education's Policies favor the increasing insertion of Social Workers on this policy. The research's results show that the capital dynamics invades the logic of work in schools; the Social Service professionals have no understanding of the elements that structure their work process and end up answering the immediate or institutional demands; the abstract work dynamics have captured these professionals, where many times the concrete work dimension is lost. Finally, we identified that the Subsidies are not incorporated to the everyday work routine of the professionals interviewed. Therefore it's necessary to advance in the theoretical/practical debate starting from the apprehension of the work category and work process particularly in the Education Policies field where we deal with a contradictory space and project disputes, in which many challenges are placed so a quality work can be developed following the ethical-political orientations defended by the Social Workers category.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8741
Aparece nas coleções:PPGPS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10078_Mariana Fornaciari Favarato.pdf1.87 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.