Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8748
Título: A terceirização do trabalho no setor da Construção Civil na Grande Vitória/ES
Autor(es): Souza. Renata Silva
Orientador: Sabadini, Maurício de Souza
Palavras-chave: Terceirização
Construção Civil
Precarização
Data do documento: 12-Jul-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: As principais mudanças ocorridas no mundo do trabalho ao longo das últimas décadas são consequências das transformações mais gerais no capitalismo e da constituição de um novo padrão de acumulação do capital por meio da reestruturação produtiva, que envolveu inovações tecnológicas, mudanças organizacionais e de gestão da força de trabalho. Neste sentido, a terceirização tornou-se uma estratégia mundial amplamente utilizada em grande parte dos setores de atividades econômicas, e de modo particular na construção civil. Desse modo, esta pesquisa tem como objetivo analisar as relações e condições de trabalho materializadas no processo de terceirização da força de trabalho operária no setor da construção civil na Grande Vitória/ES, visando identificar formas de precarização em termos contratuais, salariais, jornada de trabalho, condições laborais e nível de rotatividade entre os trabalhadores terceirizados deste segmento. Neste contexto, a terceirização assume especial relevância por retratar uma das formas que melhor demonstra o mundo do trabalho precarizado, com todas as implicações que lhes são inerentes, sobretudo o enfraquecimento dos direitos dos trabalhadores. Escolheu-se o segmento da construção civil para realizar este estudo, por tratar-se de um setor fortemente marcado pela terceirização da sua força de trabalho. Foi realizada pesquisa empírica com aplicação de questionários estruturados e pesquisa documental por meio do estudo de relatórios de órgãos governamentais, bem como do Jornal do Operário da Construção. Os resultados apontam que a força de trabalho terceirizada na construção civil de edificações, vivencia a precarização em suas relações e condições laborais por meio da precariedade salarial, extensa jornada de trabalho, problemas de saúde devido às más condições do ambiente laboral e elevados índices de acidentes de trabalho.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8748
Aparece nas coleções:PPGPS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11156_Renata Silva Souza.pdf1.42 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.