Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8767
Título: Judicialização dos conflitos intrafamiliares : considerações do Serviço Social sobre a alienação parental
Autor(es): Batista, Thaís Tononi
Orientador: Gomes, Maria das Graças Cunha
Palavras-chave: Serviço Social
Alienação parental
Projeto ético-político
Data do documento: 29-Mar-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho teve por objetivo discutir o tema da alienação parental no âmbito de atuação das/os assistentes sociais que atuam em processos das Varas de Família do Poder Judiciário do Espírito Santo. O caminho de pesquisa se delineou através do estudo de elementos como a questão social, a família e as políticas sociais, e ainda categorias como o Estado e o Direito, tratados numa perspectiva de análise apoiadas na teoria crítica dialética. Procuramos recuperar o estudo de tais elementos a fim de estabelecermos uma linha de reflexão em torno do processo de judicialização, ressaltando, no caso em tela, a judicialização das relações intrafamiliares. Recuperamos ainda a perspectiva histórica do desempenho dos papéis de homens e mulheres e seus rebatimentos na construção dos conflitos conjugais que se acirram no contexto de separação e que podem levar ao surgimento de atitudes e comportamentos que acabam por colocar os filhos no centro do conflito conjugal. A alienação parental é tratada numa perspectiva crítica de análise, e, portanto, consideramos o processo de elaboração da referida lei, bem como nos indagamos acerca do papel da/o assistente social voltado para uma perspectiva de enquadramento dos sujeitos envolvidos, o que faz com que se desconsiderem processos sociais mais amplos que perpassam a problemática. A análise de dados coletados junto aos assistentes sociais entrevistados apontou, dentre outras coisas, que a ausência de discussão acerca do tema colabora para um sentimento de incerteza quanto às reais possibilidades de intervenção destes profissionais. A despeito disso, as/os entrevistada/os afirmaram que se empenham em materializar os princípios éticos da profissão contidos no projeto ético-político da categoria, buscando antes de tudo negar toda forma de opressão e discriminação em relação aos sujeitos envolvidos. Entendemos que se faz necessário avançar no debate desse tema aliando-o ao debate do projeto ético-político da profissão, apontando limites e possibilidades da atuação profissional.
This study aimed to discuss the topic of parental alienation in the context of the performance/social workers who work in the Family Courts of the judicial power of the Holy Spirit. The search path if outlined through the study of elements such as social issues, the family and social policies, and even categories like the State and the law, treaties with a view to analysis the critical dialectic theory. We seek to recover the study of such elements in order to establish a line of reflection around the process of judicialization, noting in the case, the family relations judicialization. Recovered yet the historical perspective of the performance of roles of men and women and their rebatimentos in the construction of marital conflicts that escalate in the context of separation and that can lead to the emergence of attitudes and behaviors that ultimately put the children at the center of the marital conflict. Parental alienation is treated in a critical perspective of analysis, and therefore we consider the process of elaboration of the Act, as well as ask us about the role of the social worker facing a prospect of framing of subjects involved, what makes you disregard broader social processes that pertain to the problem. The analysis of collected data with caseworkers interviewed pointed out, among other things, that the absence of discussion on the subject collaborates for a feeling of uncertainty about the real possibilities of intervention of these professionals. In spite of that, our interview/the stated that strive to materialize the ethical principles of the profession contained in the ethical-political project of category, seeking first of all to deny all forms of oppression and discrimination in relation to subjects involved. We believe that it is necessary to move forward in the discussion of this theme combining it to debate the ethical-political project of the profession, pointing limits and possibilities of professional performance.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8767
Aparece nas coleções:PPGPS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9896_Thaís Tononi Batista.pdf1.04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.