Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8768
Título: População em situação de rua : o fruto necessário à reprodução capitalista e a funcionalidade do trabalho informal
Autor(es): Tiengo, Verônica Martins
Orientador: Sabadini, Maurício de Souza
Palavras-chave: Superpopulação relativa
População em situação de rua
Capitalismo
Trabalho informal
Data do documento: 26-Abr-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A população em situação de rua utiliza o trabalho informal como principal estratégia de sobrevivência, em detrimento da mendicância e mangueio, que possuem uma representatividade menor. A relação entre a população em situação de rua e o trabalho informal é o objeto de estudo desta dissertação, cujo objetivo geral é discutir sobre tal relação no contexto do processo de acumulação capitalista. O problema de pesquisa proposto reflete-se na seguinte pergunta: qual é a relevância do trabalho informal para a população em situação de rua? Trata-se de uma pesquisa documental. Utilizamos em nossa análise pesquisas brasileiras e de outros países e reportagens jornalísticas, especialmente o jornal "O Trecheiro". Com base nos relatos desse jornal fizemos o mapa de análise para nortear os dados e relatos que destacamos. Entendemos que o referencial crítico é o mais apropriado para tratar do tema proposto, por isso o escolhemos. Estudamos sobre a população em situação de rua e discutimos sobre sua relação com o modo de produção capitalista. Argumentamos que esse grupo populacional compõe a superpopulação relativa, em todas as suas formas. Debatemos sobre o trabalho informal e sua subordinação e/ou subsunção ao capital. Vimos que o trabalho informal em que a população em situação de rua está inserida é o tradicional, voltado para estrita sobrevivência, em sua parcela mais instável e que possui funcionalidade ao capitalismo. Discutimos sobre a relevância do trabalho informal para a população em situação de rua. Notamos que a fulcralidade da informalidade em suas vidas vai além da mera sobrevivência ou saída das ruas, ela carrega maiores significados, ligados à identidade. A utilização do trabalho informal serve para fugir da vergonha do desprezo social gerado pela mendicância, realizar sonhos, ter esperança, autovalorização e pode servir também para manter vícios. Portanto, vai além das necessidades materiais de sobrevivência.
The street dwelling population uses informal labor as their main survival strategy to the detriment of begging and street-smart, which have lower representativeness. The relation between street dwellers and informal labor is the object of this dissertation, which aims at discussing about this relationship in capitalist accumulation setting. It is a documental research study. The proposed research problem is reflected in the following question: what is the relevance of informal work for the street dwelling population? Our research adopted Brazilian and foreign studies and news articles, especially the newspaper “O Trecheiro". Based on reports of this paper, we outlined an analysis map to guide the data and reports that we highlighted. We understood that the critical framework is the most appropriate to tackle the theme proposed, that is why we chose it. We studied the street dwelling population and discussed about their relationship with the capitalist mode of production. We argued that this population group composes the relative surplus population in all its forms. We debated about informal labor and its subordination and/or subsumption to capital. We saw that the informal labor among street dwellers is the traditional type, that is, aiming at mere survival, in its most unstable section and that is functional to capitalism. We discussed about the relevance of informal labor to street dwellers. We noticed that the essence of informality in their lives is beyond mere survival or leaving the streets, it carries bigger meanings, linked to their identity. Informal labor is used against the shame of social despise deriving from begging; for making dreams come true; for having hope, self-value; and also for serving and maintaining addictions. Therefore, it goes beyond the material needs of survival.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8768
Aparece nas coleções:PPGPS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9897_Verônica Martins Tiengo.pdf1.2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.