Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8881
Título: Os atrasos no reconhecimento de perdas esperadas podem agravar a retração dos empréstimos bancários em períodos de crise financeira no Brasil?
Autor(es): Formentini, Bruno Fraislebem
Orientador: Sarlo Neto, Alfredo
Palavras-chave: Empréstimo bancário
Capital regulamentar
Provisões para crédito de liquidação duvidosa
Banco Central do Brasil.
Data do documento: 20-Jul-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este estudo tem por objetivo analisar a associação entre empréstimos bancários, a exigência de capital regulamentar, a metodologia de provisão em períodos de recessão e a expansão da indústria bancária brasileira. A pesquisa verificou o fluxo de provisões passadas, presentes e futuras para identificar a relação dos bancos com menores atrasos no reconhecimento de perdas esperadas. Conforme as regras de provisão estabelecidas na Resolução n. 2.682/99, do Conselho Monetário Nacional, adotadas pelos bancos em atividade no Brasil. Um modelo contábil misto, que de forma ampla possui características de perdas esperadas e incorridas. O propósito foi verificar se os bancos que retardam o reconhecimento de perdas de crédito são menos propensos a emprestar em períodos de crise financeira, em decorrência da restrição de capital regulamentar. A amostra foi composta por 64 bancos que atuam no Brasil, nos segmentos comerciais e múltiplos, listados e autorizados pelo Banco Central do Brasil, além da Caixa Econômica Federal, durante os anos de 2008 a 2013, perfazendo o total de 1.472 observações por variável. A base de dados utilizada nesta pesquisa foi obtida por meio de informações coletadas nos relatórios de Informações Financeiras Trimestrais, Balancetes e 50 maiores bancos disponíveis nas Informações para análise econômico-financeira no site do Banco Central do Brasil (BCB). Os resultados dessa pesquisa demonstram que associação entre capital regulamentar e os empréstimos bancários será maior durante os períodos de recessão e que a pró-ciclicidade de empréstimos bancários ocorrem em menor proporção nos bancos com menores atrasos no reconhecimento da perda esperada. A pesquisa ainda estudou o comportamento do crédito e destacou como sua principal contribuição para literatura a identificação de que bancos com menores atrasos no reconhecimento das perdas podem mitigar a recessão com a redução da pró-ciclicidade da expansão do crédito, o que minimiza um dos principais fatores de profundidade da crise financeira. Em virtude da retração do crédito com as preocupações e incertezas futuras com a inadequação de capital.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8881
Aparece nas coleções:PPGCON - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9814_brunodissertacaoposdefesavfinalpdf.pdf810.45 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.