Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8888
Título: Improviso na prática da produção do desfile carnavalesco de uma escola de samba
Autor(es): Silveira, Priscila Ricardo dos Santos da
Orientador: Moraes, César Augusto Tureta de
Palavras-chave: Improvisação organizacional
Práticas organizativas
Escolas de samba
Produção de desfile carnavalesco
Data do documento: 2-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este estudo apresenta possíveis interseções entre a teoria da prática, conforme abordagem de Theodore Schatzki, e a improvisação organizacional, sendo esta última relacionada ao fazer não previsto com antecedência, não premeditado, geralmente entendido em termos de caso fortuito, muitas vezes em tempos de crise. Para isso, foi proposto como objeto de análise a prática da produção do desfile carnavalesco de uma escola de samba, contexto em que o fenômeno do improviso aparece de forma bastante evidente. Nesse sentido, o objetivo dessa pesquisa foi investigar as manifestações do improviso na produção do desfile carnavalesco de uma escola de samba. Para concretizar os objetivos dessa investigação, foram realizadas pesquisas através de documentos, entrevistas em profundidade e observações, centradas no desenrolar das atividades que compõem a produção de um desfile carnavalesco do Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos de Jucutuquara, de Vitória (ES). Pude descrever a produção do desfile carnavalesco dessa agremiação, durante o ciclo 2014/2015, com enfoque nas práticas e buscando entender como o improviso aparece. Destaquei os espaços de produção de fantasias (barracão leve) e de produção das alegorias (barracão pesado). Analisei como o improviso se manifesta na prática da produção do desfile, buscando articular três elementos conceituais do improviso (estruturas mínimas, tomada de sentido e bricolagem) com os elementos conceituais da estrutura de governança da prática (regras, entendimentos e estrutura teleoafetiva), proposta por Theodore Schatzki. Concluo que os processos que compõem a prática, dentre eles o improviso e a bricolagem, não pertencem aos indivíduos, mas à prática em si, uma constatação que fortalece o princípio da simetria na liderança das ações. Além disso, foi possível entender que a inteligibilidade prática não necessariamente coincide com a normatividade; essa compreensão, se disseminada na organização, poderia beneficiar melhor entendimento sobre o papel dos erros no contexto organizacional, favorecendo a estética da imperfeição no organizing. Concluo ainda que a vida social da escola de samba transcorre dentro de determinado site ontology que suporta os significados das coisas, pessoas, eventos, situações, experiências, entendimentos, fins, emoções e todos os outros elementos que podem ser utilizados na bricolagem, bem como a forma correta/aceitável sobre que esses recursos serão (re)combinados, embora essa forma correta/aceitável possa sempre ser flexibilizada através da inteligibilidade prática, ou de outra forma, porque a estrutura que organiza a prática da produção do desfile carnavalesco é minimalista.
This study presents possible intersections between theory and practice, as Theodore Schatzki approach and organizational improvisation, the latter being related to not predicted in advance, not premeditated, usually understood in terms of fortuitous events, often in times of crisis. For this, it was proposed as an object of analysis the practice of production Carnival parade of samba school context in which improvisation phenomenon appears quite evident. In this sense, the objective of this research was to investigate the impromptu demonstrations in the production carnival parade of a samba school. To achieve the objectives of this research were conducted research through documents, interviews and observations focused on the conduct of activities that make up the production of a carnival parade Grêmio Recreativo States Samba School Jucutuquara of Vitória (ES). I could describe the production of the carnival parade this college during the 2014/2015 cycle, focusing on practices and seeking to understand how improvisation appears. I highlighted the fantasies of production spaces (light shed) and production of allegories (heavy shed). I analyzed as improvisation is manifested in the practice of show production, seeking to articulate three conceptual elements of improvisation (minimal structures, making sense and bricolage) with the conceptual elements of the practice governance structure (rules, understandings and teleoafetiva structure) proposed by Theodore Schatzki. I conclude that the processes that make up the practice, including improvisation and bricolage, do not belong to individuals, but the practice itself, a finding that strengthens the principle of symmetry in the leadership of the shares. Furthermore, it could be understood that the practice intelligibility not necessarily coincide with the normative; this understanding is widespread in the organization could benefit from better understanding of the role of errors in the organizational context, favoring the imperfection of aesthetics in organizing. I conclude yet that social life samba school takes place within a certain ontology site that supports the meanings of things, people, events, situations, experiences, understandings, goals, emotions and all other elements that can be used in DIY and correct / acceptable form of these features will be (re-) combined, although this correct / acceptable form can always be relaxed by practicing intelligibility, or otherwise, because the structure that organizes the practice of the production of carnival parade is minimal.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8888
Aparece nas coleções:PPGADM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10326_Dissertação Priscila Silveira_PPGADM.pdf4.07 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.