Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8941
Título: A responsabilidade social como estratégia de gestão empresarial : um estudo do caso CST
Autor(es): Gomes, Danise Simon Robers
Orientador: Vasconcellos, João Gualberto Moreira
Data do documento: 21-Mar-2003
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta dissertação tem por objetivos contribuir para a discussão da Responsabilidade Social, procurando relacionar o discurso com a prática e de forma mais específica, analisar a gestão socialmente responsável da Companhia Siderúrgica de Tubarão (CST). A metodologia partiu de pesquisas bibliográficas e documentais, e de um estudo de caso, tendo como principal instrumento de coleta de dados, entrevistas semi-estruturadas. Para a análise das informações, foram agrupadas as ações no âmbito interno, cujo público-alvo são os funcionários e seus familiares e no âmbito externo, a comunidade em geral. Tomou-se como base para categorização os indicadores de Responsabilidade Social propostos pelo Instituto Ethos, uma das referências do assunto no Brasil. Dentre as conclusões, ressalta-se que o papel social das empresas tem sido cobrado pela sociedade e desenvolvido pelas empresas, sendo a responsabilidade social apresentada como uma forma de sustentação do sistema econômico, não contemplada ainda como fator estratégico, norteador das decisões e ações das empresas. Sobre a empresa estudada, percebe-se que suas ações no âmbito social e ambiental são recentes e ainda não tratadas de forma estratégica. A Gestão Ambiental destaca-se mais do que suas ações sociais. São necessários avanços no controle ambiental, no comprometimento com a comunidade, na transparência das ações, e principalmente nas relações sindicais, onde prevalecem marcas autoritárias de sua gestão. Apesar disso há o reconhecimento do esforço da empresa na busca do desenvolvimento tanto no foco interno quanto externo da responsabilidade social, tendo inclusive, algumas de suas ações premiadas.
The objectives of this dissertation is to contribute for the discussion of the Social Responsibility, trying to relate speech and practice and, in a more specific way, analyze the socially responsible administration of Companhia Siderúrgica de Tubarão (CST). The methodology begins with bibliographical and documental researches, and a case study, using semi-structured interviews as main instrument of data collection. Concerning information analysis, the actions were grouped in internal extent, where employees and their relatives are the target-public, and external extent, the community in general is the target. Indicators of Social Responsibility proposed by Ethos Institute, a reference in this subject in Brazil, were taken as base for categorization. Among the conclusions, it is emphasized that the society has demanded a social role from companies, and the latter have developed such role. Thus, social responsibility is presented as a way of sustentation of economical system, not yet as a strategic factor, which heads the decisions and actions of the companies. In the studied company, it is noticed that its actions concerning social and environmental issues are recent and still not viewed as a strategic factor. The company's Environmental Administration is more highlighted than its social actions. Advances in environmental control, in commitments with the community, in the transparency of actions and mainly in the syndical relationships (where the companiy's authoritarism prevail) are necessary. In spite of that there is the recognition of the company's effort in the search for development of its social responsibility in both internal and external dimensions, which have granted it some rewarded actions.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8941
Aparece nas coleções:PPGADM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_505_Dissertação_Danise.pdf516.67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.