Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9008
Título: Homens trans(bordados) : experiências juntas e misturadas na produção de outras masculinidades
Autor(es): Pedrini, Mateus Dias
Orientador: Rodrigues, Alexsandro
Data do documento: 23-Mar-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O termo homem trans‖ refere-se a uma categoria política e social de pessoas que se recusam a ser definidas como mulheres, buscando por diversos motivos e processos identificarem-se com as masculinidades, transbordando normas de sexo e gênero. Pensando na pouca representatividade desses sujeitos nas pesquisas a respeito das transexualidades, o objetivo dessa dissertação é produzir experiências coletivas com homens trans, criando relações potencializantes com a vida e com os modos de viver; produzir encontros em que circulem histórias de vida que também dizem respeito aos coletivos que os atravessam; criar redes de solidariedade e amizades com eles, discutindo os modos e os métodos utilizados por esses sujeitos para a sua criação; conhecer as boas histórias, os movimentos de resistências e as transformações nas vidas dos homens trans, para além de sofrimentos ou mortificações em vida. O método deste trabalho é norteado pelos estudos cartográficos e dos cotidianos e foram feitas um total de cinco entrevistas com homens trans. O texto está dividido em quatro momentos que dialogam com temas que foram surgindo ao longo da pesquisa: Transviante pesquisar, em que abordo as propostas metodológicas para esse trabalho e como elas foram mudando ao longo dos dois anos de pesquisa; em Corpo trago alguns apontamentos sobre a produção do corpo trazido por homens trans da pesquisa; no capítulo Políticas apresento as políticas produzidas pelos homens trans para a implementação do Instituto Brasileiro de Transmasculinidades do Espírito Santo (IBRAT-ES), das produções autobiográficas e das pesquisas; e em Recortes apresento e problematizo alguns momentos importantes para produção de conhecimentos a respeito das transmasculinidades. Nos encontros e experiências com os homens trans, podemos ver um fiar de realidades que colocam esses mesmos sujeitos em movimentos desejantes na intenção de esculpir um novo corpo, um novo pensar e um novo existir. Muito mais do que conhecer a produção de sujeitos meramente sexualizados, observamos a produção da vida.
The term "trans man" refers to a political and social category of people who refuse to be defined as women, looking for various motives and processes identifying themselves with the masculinities, overflowing norms of sex and gender. Thinking about the low representativeness of these subjects in the research on transsexualities, the objective of this dissertation is to produce collective experiences with trans men, creating potential relationships with the life and ways of the life; to produce encounters in which life histories circulate that also concern the collectives that cross them; to create networks of solidarity and friendships with them, discussing the ways and the methods used by these subjects for their creation; to know the good stories, the movements of resistances and the transformations in the lives of trans men, besides suffering or mortifications in life. The method of this work is guided by cartographic studies and daily studies, and a total of five interviews with trans men were made. The text is divided in four moments that dialogue with themes that have arising throughout the research: Transviante research, in which I approach the methodological proposals for this work and how they have been changing over the two years of research ; in Body, I bring some notes on the production of the body brought by trans men of research; in the chapter Policies, I present the policies produced by trans men to the implementation of the Brazilian Institute of Transmasculinities of Espírito Santo (IBRAT-ES), autobiographical productions and research; and in Cuttings I present and problematize some important moments for the production of knowledge about transmasculinities. In the encounters and experiences with trans men, we can see a spin of realities that put these same subjects into desiring movements in order to sculpt a new body, a new thinking and a new existence. Much more than knowing the production of merely sexualized subjects, we observe the production of life.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9008
Aparece nas coleções:PPGPSI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10919_MATEUS PEDRINI20170508-143721.pdf3.15 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.