Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9033
Título: Conflito interpessoal entre brasileiros e entre brasileiros e estrangeiros no local de trabalho: o caso de empresas multinacionais de Manaus-AM
Autor(es): Martins, Gizelly de Carvalho
Orientador: Garcia, Agnaldo
Data do documento: 27-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A organização pode ser vista como uma complexa rede de relacionamentos cujo funcionamento depende de uma adequada comunicação e integração entre as pessoas. Neste sentido, os conflitos interpessoais fazem parte do ambiente organizacional e afetam tanto a vida dos trabalhadores quanto das organizações. O objetivo desta pesquisa foi descrever e analisar conflitos de natureza interpessoal entre trabalhadores brasileiros e entre brasileiros e estrangeiros no setor eletro-eletrônico da Zona Franca de Manaus. Brasileiros com idades entre 21 e 65 anos participaram da pesquisa. Os dados foram coletados por meio de questionários e entrevistas acerca dos conflitos que aconteceram nos locais de trabalho. As causas atribuídas aos conflitos foram organizadas em sete fatores desencadeadores do conflito: (a) Fatores ligados à produtividade e eficiência; (b) Fatores ligados à metodologia do trabalho e planejamento; (c) Fatores ligados à hierarquia e comando ou liderança; (d) Problemas da empresa ou institucionais; (e) Problemas de comunicação e relacionamento interpessoal; (f) Problemas de natureza ética ou moral; (g) Diferenças culturais e educação diferenciada. Os conflitos interpessoais também estão relacionados a fatores culturais, especialmente quando pessoas com diferentes formações culturais e educacionais trabalham juntas em uma mesma organização. Essas diferenças culturais não se restringem a pessoas oriundas de diferentes países. Como observado nesta investigação, mesmo pessoas de mesma nacionalidade podem participar de conflitos atribuídos a diferenças culturais. Essas diferenças, contudo, se ampliam quando os trabalhadores em uma mesma organização são provenientes de países diferentes, trazendo consigo a cultura de seu povo, com práticas sociais e organizacionais próprias de sua cultura. Segundo os dados obtidos, estas diferenças podem gerar maior diversidade de conflitos entre as pessoas de uma organização.
An organization may be viewed as a complex network of relationships whose operation depends on adequate communication and integration between people. In this sense, interpersonal conflicts are part of the organizational environment and affect both the lives of workers and the organization itself. The objective of this research was to describe and analyze interpersonal conflicts between Brazilian employees and between Brazilian and Foreigner employees in the electroelectronic sector of the Manaus Free Zone. Brazilians aged between 21 and 65 years participated in the investigation. Data were collected through questionnaires and interviews on the conflicts that occurred in the workplace. The causes attributed to the conflict were organized into seven triggering factors of conflict: (a) factors related to productivity and efficiency, (b) factors related to the methodology of work and planning, (c) factors related to hierarchy and control or leadership, (d) the company or institutional issues, (e) problems of communication and interpersonal relationships, (f) ethical and moral problems, (g) cultural differences and different education. The interpersonal conflicts were also related to cultural factors, especially when people with different cultural and educational background worked together in the same organization. These cultural differences are not restricted to people from different countries. As noted in this research, even people belonging to the same nationality may take part in conflicts attributed to cultural differences. These differences, however, are more conspicuous when workers in the same organization are from different countries, with different cultural backgrounds connected to a different social and organizational culture. According to the data, these differences can lead to greater diversity of interpersonal conflicts in an organization.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9033
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_2564_DISSERTAÇÃO DE MESTRADO_GIZELLY DE CARVALHO MARTINS.pdf684.4 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.