Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9055
Título: O caminho das pedras: sentimentos relatados por dependentes em abstinência de crack
Autor(es): Cruzeiro, Mariana Spelta
Orientador: Queiroz, Sávio Silveira de
Data do documento: 26-Ago-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A presente dissertação investigou sentimentos relativos ao consumo de crack e tratamento de internação originados do discurso atual de indivíduos em abstinência do consumo de substâncias psicoativas ilícitas. Utilizamos como referencial teórico a Psicologia da Moralidade, discutida por Piaget (1954/2014). Assim como o referido autor, compreendemos a afetividade como energética da ação, por isso, acreditamos que o estudo de sentimentos pode indicar dados relevantes para a pesquisa e intervenção sobre o consumo de crack. Para tal, realizamos um estudo de caso com três sujeitos, selecionados por conveniência. Para a coleta de dados, utilizamos um roteiro de entrevista semiestruturada, divido em três momentos: antes, durante e após o tratamento (incluindo dias atuais) de internação. Nossos dados foram tratados e sistematizados de acordo com a análise de conteúdo. Desse modo, foram recorrentes nas falas de nossos participantes os sentimentos ligados à moralidade: vergonha, culpa, medo e a vontade. Além desses sentimentos, cabe destacar virtudes também discutidas à luz da Psicologia da Moralidade, como a honra, humildade e gratidão, considerados como virtudes. Assim, percebemos que os sentimentos manifestados parecem influenciar ações desses sujeitos, bem como o princípio de uma conduta ética ligada a uma resposta social e um querer fazer moral. Baseado nesses dados, buscamos contribuir para as intervenções e compreensão singulares de cada sujeito em tratamentos de internação.
It was aimed to investigate feelings related to crack use and inpatient treatments, from the speech of individuals in abstinence from illicit psychoactive substances. The theoretical framework Psychology of Morality, discussed by Piaget (1954/2014) was used as a reference. As the referred author, we understand affectivity as a motivational factor; therefore, we believe that the study of feelings may indicate relevant data regarding the conduct and cease of crack use. For such, it was conducted a case study with three subjects, selected by convenience sample. To collect data, we used a semi structured interview guide, divided into three stages: during crack use, inpatient treatments and nowadays. Our data were treated and systematized according to content analysis. Thereby, recurred in the speeches of our participants feelings linked to morality: shame, guilt, fear and will. In addition to these feelings, it is important to highlight other feelings also discussed in light of the Morality Psychology, as humiliation, honor, humility and gratitude, regarded as virtues. In view of this, the feelings shown to have influence on the actions of these subjects, as well as the establishment of the beginning of ethical conduct, linked to a social response and want to make moral. From these data, we seek to contribute to the interventions and unique understanding of each subject in inpatient treatments.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9055
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8895_MARIANA SPELTA CRUZEIRO.pdf2.72 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.