Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9059
Título: Projetos de vida e relações interpessoais de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação
Autor(es): Coscioni, Vinicius
Orientador: Rosa, Edinete Maria
Coorientador: Koller, Silvia Helena
Palavras-chave: Projetos de vida
Relações interpessoais
Adolescentes em conflito
Data do documento: 13-Mar-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: COSCIONI, Vinicius. Projetos de vida e relações interpessoais de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação. 2017. 201 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humanas e Naturais.
Resumo: O objetivo da presente dissertação é compreender de que maneira as relações interpessoais estabelecidas por adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação (ACMSEI) contribuem para a elaboração de seus projetos de vida. Trata-se de um trabalho dividido em dois estudos, sendo o primeiro teórico e o segundo empírico. O estudo teórico configura-se como uma revisão sistemática da literatura que analisou sistematicamente 30 relatos de pesquisas empíricas conduzidas no Brasil, tendo como objetivo central caracterizar o cumprimento da medida socioeducativa de internação no País. A revisão identificou a prevalência de práticas coercitivas sobre as pedagógicas e ressaltou a necessidade de pesquisas que investiguem os processos decorrentes da privação de liberdade. O estudo empírico configura-se como um estudo de múltiplos casos embasado pela Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano e realizado a partir da condução de quatro grupos focais, tendo como participantes 25 ACMSEI entre 15 e 19 anos residentes nas Regiões Metropolitanas do Espírito Santo e Rio Grande do Sul. Verificaram-se duas formas de conceber o futuro entre os participantes: 1) a partir de projetos de vida vinculados à criminalidade, que incluíam um sentido de ação claro para o futuro; e 2) a partir de expectativas de futuro relacionadas à educação, família e trabalho, mas sem um sentido de ação por meio do qual se intentava atingir tais expectativas. Adolescentes que tinham projetos de vida vinculados à criminalidade, tendiam a se desinteressar pelos atendimentos técnicos e pela presença dos agentes socioeducativos, o que impedia a realização de um trabalho socioeducativo que promovesse outros projetos de vida. Adolescentes que tinham expectativas de futuro ligadas a educação, trabalho e família, por sua vez, usufruíam da presença dos funcionários, que junto com os familiares, pareciam promover a motivação para a elaboração de projetos de vida desvinculados de práticas infracionais. O contato com funcionários e familiares, contudo, parecia pouco efetivo na elaboração de um sentido de ação que possibilitasse a desvinculação do mundo do crime, o que se relaciona à precarização do trabalho e dos espaços de visitas familiares promovidos nas instituições. As relações estabelecidas com os demais adolescentes internos, em direção oposta, pareciam contribuir para a elaboração de projetos de vida vinculados à criminalidade, a partir da troca de informação sobre a organização do mundo do crime, bem como maneiras mais efetivas de praticar atos infracionais. As intervenções digiridas a ACMSEI deve levar em consideração suas atuais expectativas de futuro: 1) aos adolescentes com projetos de vida vinculados à criminalidade, devem ser dirigidas intervenções que apresentem novas possibilidades de vida, distantes do mundo do crime; 2) aos adolescentes com expectativas de futuro ligadas à educação, trabalho e família, devem ser dirigidas intervenções que possibilitem elaborar um plano de ação futuro por meio do qual seja possível tornar tais expectativas reais.
This master thesis aims to understand how the interpersonal relationships established by adolescents undergoing socio-educational measure of confinement (AUSEMI) contribute to the elaboration of their purpose of life. It is divided into two studies, the first one theoretical and the second one empirical. The theoretical study is a systematic review of the literature that systematically analyzed 30 reports of empirical researches conducted in Brazil, aiming to characterize the undergoing of socio-educational measure of confinement. The review identified the prevalence of coercive practices over pedagogical practices and stressed the need for researches to investigate the processes resulting from deprivation of liberty. The empirical study is a multiple case study based on the Bioecological Theory of Human Development and it was carried out through four focal groups, which had the participation of 25 AUSEMI between 15 and 19 years old who were confined in the Metropolitan Regions of Espírito Santo and Rio Grande do Sul. The participants conceived their futures from two different perspectives: 1) from purposes of life linked to crime, which included a clear sense of action for the future; and 2) from future expectations related to education, family, and work, but without a sense of action to pursue these expectations. Adolescents who had purposes of life linked to crime tended to be disinterested in technical assistance and in the presence of socioeducational agents, which prevented the performance of socio-educational work which promoted other purposes of life. On the other hand, adolescents who had future expectations related to education, work, and family, enjoyed the presence of the detention centers’ workers, who, along with their families, seemed to promote the motivation for the elaboration of purposes of life unrelated to infractional practices. However, the contact with detention centers’ workers and family members seemed to be ineffective in the elaboration of a sense of action that would enable them to leave the world of crime, which is related to the precariousness of work and the time of family visits promoted in the institutions. The relationships established with the other adolescents, in the opposite direction, seemed to contribute to the elaboration of purposes of life linked to crime, from the exchange of information about the organization of the world of crime, as well as more effective ways of practicing infractions. Interventions to AUSEMI should take into account their current future expectations: 1) to adolescents with purposes of life linked to crime, interventions should present new possibilities of life, far from the world of crime; 2) to adolescents with future expectations related to education, work, and family, interventions should be directed to the development of a future plan of action through which such expectations could be possibly real.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9059
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9386_Dissertação, Vinicius Coscioni.pdf1.27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.