Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9103
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorBorloti, Elizeu Batista-
dc.date.accessioned2018-08-01T23:42:17Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-01T23:42:17Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/9103-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectAnálise funcionalpor
dc.subjectAutoclíticopor
dc.titleProdução e compreensão da ironia : aproximações conceituais e empíricas entre a linguística e a análise do comportamentopor
dc.typedoctoralThesiseng
dc.subject.udc159.9-
dc.subject.br-rjbnIroniapor
dc.subject.br-rjbnComportamento - Avaliaçãopor
dc.subject.br-rjbnLinguísticapor
dc.subject.br-rjbnComportamento verbalpor
dcterms.abstractO estudo da ironia verbal pela Análise do Comportamento imprescinde do conhecimento da teoria de Skinner sobre o comportamento verbal. Skinner cita a ironia como exemplo de comportamento verbal sem aprofundar sua definição e explicação. A ironia é comportamento operante e a explicação da sua função depende de variáveis ambientais específicas. O estudo da ironia pelo viés da Análise do Comportamento demonstra que a probabilidade de uma pessoa emitir ironias pode aumentar se parte da audiência já tenha liberado reforçadores para emissões anteriores e se o ambiente for similar ao ambiente em que a ironia emitida foi reforçada. A presente tese propõe a execução de quatro estudos, planejados para que seus achados se complementem para a defesa do argumento de que estímulos irônicos controlam comportamentos verbais de compreensão e comportamentos emocionais diferentes nos ouvintes, de acordo com as suas diferentes funções de audiência. O primeiro estudo é uma pesquisa teórico-conceitual. O procedimento de tratamento e análise de dados partiu das bases metodológicas de uma Análise Comportamental do Discurso. Trechos do discurso de Skinner no Verbal Behavior. Em um documento digitalizado do livro foram feitas buscas de ocorrências textuais que continham as palavras ironia, sarcasmo e zombaria, seguidas da interpretação da função do discurso do autor pela auto-observação do comportamento verbal de análise desse discurso. Foram localizadas e analisadas seis ocorrências nas quais Skinner impele no seu leitor a compreensão da ironia basicamente pela definição de dois elementos: controle múltiplo e do tato do contrário. No segundo estudo, visando à contribuição para uma análise funcional da ironia pela ótica da Análise do Comportamento, teve como objetivo, a partir de uma revisão sistemática, mapear as variáveis (ou indicadores de variáveis) que estão sendo estudadas pelas pesquisas empíricas sobre ironia. Foram realizadas buscas em bases de dados online com as palavras-chave: ironia, ironia verbal, sarcasmo, controle múltiplo, autoclíticos, irônico e comportamento verbal. O terceiro estudo é empírico e teve como objetivo analisar a produção da ironia por falantes irônicos profissionais que publicam constantemente produtos de seus comportamentos verbais em sites e redes sociais na rede mundial de computadores. Cinco produtores de ironia responderam questões descritivas dos elementos funcionais de sua produção irônica (sobre sexo, política e religião), em especial consequências sobre ouvintes e sentimentos correlatos a elas. O quarto estudo também é empírico e objetivou analisar a compreensão da ironia pelo ouvinte, a partir dos diferentes tipos de audiência, descrevendo os efeitos emocionais que ela pode produzir nele. Foram selecionadas cenas audiovisuais e formados quatro grupos de três participantes cada para responderem a questões sobre ironia tendo como Sd as cenas. As conclusões de cada estudo são que: a ironia é um comportamento verbal compreendido como a demonstração do contrário dos fatos reais e tem como característica essencial a audiência múltipla e o tato do contrário; a produção da ironia tem como motivador principal a crítica; audiências com características diferentes apresentam diferentes formas de compreensão da ironia. Com isso, espera-se que essa descrição de elementos conceituais e empíricos para uma análise funcional do comportamento verbal irônico contribua para o aprimoramento do conhecimento desse comportamento e para a execução de pesquisas experimentais sobre o tema na Análise do Comportamento.por
dcterms.abstractIn the study of irony by Behavior Analysis is indispensable the knowledge of Skinner´s theory about verbal behavior. Skinner cites irony as an example of verbal behavior without deepen its definition and explanation. The irony is an operant behavior and the explanation of its function depends on specific environment variables. The study of irony by Behavior Analysis demonstrate that the probability of a person emit irony can improve if part of audience already had released reinforcement to previous emissions and if the environment is similar to the environment that irony emitted was reinforced. The present dissertation proposes the execution of four studies, planed for their finding complement each other for the defense of the argument that ironic stimuli control different verbal behavior of comprehension and emotional behavior on the listener, according to their function of audience. The first study is a theoretical conceptual research. The proceed of treatment data analysis departed from methodological bases of a Behavior Analysis of Speech in part of Skinner´s speech in Verbal behavior. In a digitalized document of the book was realized searches of textual occurrences that contained the words irony, sarcasm and mockery, followed by interpretation of function of the author´s speech by self-observation of verbal behavior of this discourse. Were localized and analyzed six occurrences which Skinner impels his reader the comprehension of irony basically by the definition of two elements: multiple control and contrary tact. At the second study, looking for the contribution for a functional analysis of irony by Behavior Analysis, the objective was, from a systematic review, to map the variables (or variables indicators) that is being studied by empirical research about irony. Were realized searches on online data bases using the keywords: irony, verbal irony, sarcasm, multiple control, autoclitics, ironic and verbal behavior. The third study is empiric and had the objective to analyses the production of irony by ironical professional speakers that publish constantly products of their verbal behavior at sites and social media on the world wide web. Five producers of irony answered descriptive questions of functional elements of their ironical production (about, sex, politics and religion), in special consequences about listeners and feeling related to them. The fourth study is empirical too and the objective was analyses the comprehension of irony by listener, from the different types of audience, describing the emotional effects that it can produce on him. Were selected audiovisual scenes and four groups with three participants each was formed to answer questions about irony having as Sd the scenes. The conclusions of each study is that: the irony is a verbal behavior comprehended as a demonstration of real contrary facts and has the essential characteristic of multiple audience and the contrary tact; the production of irony has as principal motivation the critics; audiences with different characteristics presents different types of irony comprehension. Thereby, it is expected that the conceptual and empirical elements description contributes to a functional analysis of ironical verbal behavior and contributes to the enhancement of knowledge of this behavior and for the execution of experimental researches about the theme in Behavior Analysis.eng
dcterms.creatorMessa, Luciana Chequer Saraiva-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2016-08-31-
dcterms.languageporpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqPsicologiapor
dc.publisher.courseDoutorado em Psicologiapor
dc.contributor.refereeMenandro, Maria Cristina Smith-
dc.contributor.refereeAlves, Diego Zilio-
dc.contributor.refereeMachado, Alex Roberto-
dc.contributor.refereeHaydu, Verônica Bender-
Aparece nas coleções:PPGP - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6863_TESE DE DOUTORADO - LUCIANA CHEQUER S MESSA.pdf1.14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.