Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9132
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorQuaresma, V.S.
dc.date.accessioned2018-08-01T23:42:37Z-
dc.date.available2018-08-01
dc.date.available2018-08-01T23:42:37Z-
dc.identifier.citationCOSTA JUNIOR, A. A., Caracterização e Distribuição de Minerais Pesados ao Longo da Plataforma do Continental do Espírito Santopor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/9132-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleCaracterização e Distribuição de Minerais Pesados ao Longo da Plataforma do Continental do Espírito Santopor
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberFERREIRA JUNIOR, P. D.
dc.contributor.memberBASTOS, A. C.
dcterms.abstractOs minerais pesados possuem densidade maior que 2,8 g/ cm3, superior a do quartzo (2,65 g/ cm3) e apresentam-se como minerais acessórios em rochas sedimentares, ígneas e metamórficas. O estudo destes minerais foi utilizado para contribuir para o entendimento dos processos sedimentares e evolução da Plataforma Continental do Espírito Santo (PCES). A área de estudo possui sedimentos siliciclásticos alóctones e biodetríticos autóctones distribuídos de forma peculiar respeitando as distintas características sedimentológicas regidas por regimes de acomodação e suprimento. Quinze espécies diferentes de minerais pesados foram identificadas na PCES: Ilmenita, limonita, sillimanita, zircão, turmalina, epidoto, monazita, hematita, magnetita, granada, estaurolita, rutilo, titanita, andaluzita e cianita. Os depósitos de minerais pesados mais representativos encontram-se no setor centro- norte da área de estudo. Valores de índice ZTR (zircão, turmalina e rutilo) associado à análise estatística multivariada (cluster) dos minerais translúcidos e interpretação de feições batimétricas ao sul da PCES foram ferramentas utilizadas para determinar que as concentrações de minerais pesados mais significativas encotradas na PCES são compostas por sedimentos palimpsestos possivelmente oriundos de transportes fluviais pretéritos associados ao rebaixamento relativo do nível do mar Holocênico. A distribuição e agrupamento dos minerais pesados estão associados diretamente com a equivalência hidráulica dos sedimentos, vetores de tranporte e localização destes depósitos na plataforma.por
dcterms.creatorCOSTA JUNIOR, A. A.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2018-05-29
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Oceanografia Ambientalpor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Oceanografia Ambientalpor
Aparece nas coleções:PPGOAM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10241_Dissertaçao_Adeildo_Final.pdf1.45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.