Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9167
Título: A MÁQUINA LITERÁRIA EM MOVIMENTO DE GUERRA: Uma leitura de seis contos de Rubem Fonseca.
Autor(es): ROZARIO, J. D.
Orientador: TREFZGER, F. S. P.
Palavras-chave: Rubem Fonseca
literatura
subjetividade
máquina de guerra
Data do documento: 30-Set-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ROZARIO, J. D., A MÁQUINA LITERÁRIA EM MOVIMENTO DE GUERRA: Uma leitura de seis contos de Rubem Fonseca.
Resumo: A leitura da produção literária de Rubem Fonseca permite identificar em seu interior uma temática recorrente: a contraposição ao poder do Estado. Evidenciado esse quadro, partindo das narrativas dos contos Feliz ano novo, O Cobrador, Fevereiro ou março, A força humana, A matéria do sonho e O livro de panegíricos, não deixando de visitar outros trabalhos do escritor, discutem-se e examinam-se alguns dos afectos e perfectos dessas obras literárias, num possível diálogo com os conceitos de máquina de Guerra e nomadismo, dos filósofos Deleuze e Guattari. A formação social pressupõe o estabelecimento e manutenção de diversos sistemas, os quais são sustentados por discursos e maquinários variados. Dentre tais sistemas, alguns se colocam como preponderantes, mas não imperam sem outros que, mesmo estando à espreita, agem em contradição ao modelo que predomina. O Estado é um desses compostos preeminentes, na verdade, uma forma de poder central na sociedade, sustentado por discursos, posturas, ideologias, enfim, uma gama de elementos que, juntos, formam a máquina de Estado. Avessa a ela, há a máquina de guerra, uma espécie de movimento contrário à determinação do poder estatal. Essa máquina é de criação nômade e possui o nomadismo como seu fundamento. Nesse sentido, será analisada a representação literária fonsequiana de uma subjetividade que se define por um movimento contrário às determinações do discurso que se coloca como central e prevalecente na sociedade contemporânea. Palavras-chave: Rubem Fonseca, literatura, subjetividade, máquina de guerra, nomadismo
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9167
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10289_Dissertação - Versão Final.pdf1.13 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.