Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9202
Título: A rosa do povo de Drummond e a poética da luta de classes
Autor(es): NASCIMENTO, L. R.
Orientador: SOARES, L. E.
Data do documento: 22-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: NASCIMENTO, L. R., A rosa do povo de Drummond e a poética da luta de classes
Resumo: A indiscernibilidade entre literatura, política e história na obra A Rosa do Povo (1945), de Carlos Drummond de Andrade é a mola propulsora desta Dissertação de Mestrado, sob a orientação teórica concernente aos pensamentos de Ernst Bloch (princípio de esperança); Fredric Jameson (utopia, inconsciente político, artefato cultural como ato socialmente simbólico), Nietzsche (niilismos ativo e passivo), Jacques Rancière (os regimes da arte, a partilha do sensível, os axiomas para combater o niilismo) e Raymond Willams (atualização do conceito de tragédia), entre outros que nos ajudarão, pelo meio do caminho, a sedimentar nossa proposição: de que a poética drummondiana, sobretudo a da coletânea de 1945, possui um inconsciente político, inserto no regime estético da arte que nos possibilitará empreender uma luta de classe poética, com base nos postulados do Marxismo, de Karl Marx e Friedrich Engels, em Ideologia Alemã (2007), contra a ideologia das classes dominantes, inclusive, a da crítica literária e da poesia. PALAVRAS-CHAVE: Poesia Social. Regime Estético da arte. Marxismo. Luta de Classes. Niilismo. Utopia.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9202
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10618_Dissertação - Versão para Defesa.pdf1.04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.