Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9221
Título: Dom Quixote e O Cavaleiro Inexistente: Mímese, Anacronia e Revolução
Autor(es): PEREIRA, D. G.
Orientador: DUTRA, P. R. S.
Data do documento: 7-Mar-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PEREIRA, D. G., Dom Quixote e O Cavaleiro Inexistente: Mímese, Anacronia e Revolução
Resumo: Este trabalho tem como ponto de partida as correlações entre O Cavaleiro Inexistente, do romancista italiano Italo Calvino, e Dom Quixote de La Mancha, do espanhol Miguel de Cervantes a fim de observar de que forma os conceitos de mimese, anacronia e revolução configuram-se em ambas as obras. A partir do momento em que tais conceitos são averiguados e apresentados, o objetivo desta dissertação é de realizar um estudo comparativo de modo a apresentar as semelhanças entre as obras objeto de estudo, com olhar especial para a forma como abordam a tradição de cavalaria, ora seguindo seus preceitos e ora ultrapassando os limites estabelecidos pelo gênero. No primeiro capítulo tratamos dos conceitos de literatura, anacronia e revolução, princípios que fomentam as discussões aqui propostas. O segundo capítulo aborda a noção de mimese e como ela se manifesta nas obras através da tradição do amor cortês e é rompida pela presença dos escudeiros Sancho e Gurdulu. Por fim, no terceiro capítulo, abordamos a ruptura da tradição com o objetivo de averiguar o modo como Cervantes e Calvino utilizam seus cavaleiros como alegorias revolucionárias.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9221
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11805_Deliane Gomes Pereira Dissertação.pdf888.08 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.