Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9227
Título: "LUGAR de Ser Feliz Não é Supermercado": a Modernidade Tardia em Canções de Zeca Baleiro.
Autor(es): SALVALAIO, R. C.
Orientador: VERMES, V. M.
Data do documento: 25-Mai-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SALVALAIO, R. C., "LUGAR de Ser Feliz Não é Supermercado": a Modernidade Tardia em Canções de Zeca Baleiro.
Resumo: O cancioneiro de Zeca Baleiro está inserido entre o final do século XX e o início do século XXI e expõe alguns temas relevantes daquilo que Anthony Giddens (1991) denomina como modernidade tardia, tais como a crise do indivíduo, o consumismo, a solidão, a tecnologia, entre outros. Nesse sentido, esse trabalho se propõe a realizar uma análise literária de algumas canções produzidas pelo compositor entre 1997 e 2012, a fim de mostrar como os temas citados aparecem nas letras de Baleiro. Ao mesmo tempo, o cancioneiro em questão não apenas trata de questões importantes da contemporaneidade, mas também preza pela literariedade e pela preocupação com a dimensão estética do texto, o que também será ressaltado na análise. Dessa forma, esse trabalho pretende identificar, confrontar e, principalmente, analisar as mais importantes características da sociedade atual tais como são encenadas nas canções do compositor maranhense, mostrando como seu cancioneiro dialoga com a época em que foi produzido.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9227
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12136_Dissertação Ricardo - DEFESA20180719-92702.pdf1.28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.