Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9233
Título: O DES-LUGAR DA PIXAÇÃO: UMA ESCRITA DE RESISTÊNCIA
Autor(es): QUEIROZ, P. D. O.
Orientador: SOARES, L. E.
Data do documento: 24-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: QUEIROZ, P. D. O., O DES-LUGAR DA PIXAÇÃO: UMA ESCRITA DE RESISTÊNCIA
Resumo: Para compreender melhor o aspecto resistente da escrita de pixação e salientar as tensões existentes entre discurso, poder e resistência, partimos do pressuposto de que o poder está em toda parte porque provém de todos os lugares, justamente por não ser uma instituição e nem uma estrutura, e sim uma situação estratégica complexa. Assim, como alguns discursos tentam controlar os indivíduos, existe também a luta pelo discurso (FOUCAULT, 2003). Um conjunto enorme de regras na sociedade rege os corpos e gera reações e contrarreações, criando vários cerceamentos: o muro protege do outro e a câmera protege o muro e o que está dentro dele. Há uma normatização, mas não uma normalização, afinal as pixações são formas de opor resistências a um discurso padrão e tentativas de inserir novas formações discursivas (FERNANDES, 2011). Se pixar conota recusa em aceitar determinados conceitos de valor, também reforça o ímpeto de estar em seu des-lugar o lugar errado por (in)direito. Da maneira em que aparece, a escrita política é também um mecanismo de desterritorializaçãoe um agenciamento coletivo, o que nos permite aproximar a pixação do conceito de literatura menor (DELEUZE; GUATTARI, 1977). Sendo as pixações componentes dos sentidos da cidade, elas também simbolizam as tensões urbanas vigentes, como forma de manifestar reinvindicações sócio-político-culturais.Para evidenciar a potência de uns devires contramuros, selecionamos algumas pixações (tag-frases e frases) encontradas na Grande Vitória entre 2013 e 2015, que de forma afirmativa e / ou combativa inscrevem minorias em espaços estabelecidos por / para maioria. Palavras-chave: Pixação. Discurso. Poder. Resistências. Literatura menor. Minorias.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9233
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9578_Texto dissertação Priscila .pdf37.68 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.