Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9274
Título: Memória, gênero e política: a militância das estudantes da UFES contra a Ditadura Militar (1969-1972)
Autor(es): LIMA, G. R.
Orientador: FAGUNDES, P. E.
Palavras-chave: Gênero
Ditadura Militar
UFES
Memória
Data do documento: 26-Abr-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LIMA, G. R., Memória, gênero e política: a militância das estudantes da UFES contra a Ditadura Militar (1969-1972)
Resumo: A recente emergência das memórias referentes às lutas políticas de resistência ao Regime Militar instaurado no Brasil em 1964 e vigente até 1985 revela a predominância dos relatos de homens que se engajaram em organizações políticas contrárias ao Estado autoritário de então. Em audiência promovida pela Comissão da Verdade da UFES no ano de 2014 ficou notória a participação majoritária dos ex estudantes homens que contaram suas vivências militantes nos quadros do movimento estudantil na UFES. Diante deste percepção, a proposta do presente trabalho é resgatar os relatos e memórias das vivências políticas de mulheres que se fizeram presentes na luta de resistência organizada pelo Movimento Estudantil desta Universidade, oferecendo-lhes a escuta para suas narrativas e trabalhando, a partir delas, questões referentes à participação política das mulheres e as desigualdades de gênero reveladas nesta participação. A pesquisa partiu do contato com depoimentos orais concedidos à CV UFES e com a documentação proveniente dos arquivos recém-abertos da Assessoria Especial de Segurança e Informação atuante na UFES, traçando um contexto dos anos compreendidos entre 1969 e 1972, anos de maior perseguição política e institucional vividos na Universidade. A partir da descrição apresentada com base nos documentos e depoimentos de memória, partimos para a análise da História de vida de uma das militantes que estudou na UFES neste período, a Dra. Laura Coutinho, para elencar eixos de análise que relacionassem a história do período com a problemática da relação de gênero na política. O objetivo a que esta pesquisa se propôs, foi resgatar a memória das mulheres que viveram a repressão e a organização política em tempos de Ditadura, destacando a importância de fazer constar na história oficial da resistência a participação política ativa das mulheres. Este esforço é parte de um trabalho maior de crítica à história oficial, majoritariamente masculina, e do resgate das histórias das mulheres como parte de uma história oficial que se queira mais justa e democrática.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9274
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.