Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9292
Título: Trajetória política de D. Maria I: ideias ilustradas, convulsão política e melancolia
Autor(es): Abenassiff, Ana Lucia de Souza
Orientador: Merlo, Patrícia Maria da Silva
Data do documento: 3-Jul-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Entre 1777 e 1792, Portugal foi governado pela primeira mulher regente no trono luso: D. Maria I. Mais citada que estudada, existem muitas lacunas sobre a trajetória de D. Maria e mesmo sobre seu governo. O objetivo central desse trabalho foi refletir sobre as complexas relações entre a vida privada e pública da monarca e seus desdobramentos. Por se tratar de uma análise biográfica foi preciso buscar subsídios que lançassem luz também sobre os aspectos pessoais, permitindo dessacralizar o papel estritamente público exercido pela personagem. As fontes coligidas para a execução da proposta tiveram caráter diverso: cartas pessoais e de governo, documentação oficial e memórias produzidas no período mariano. Por se tratarem de fontes plurais, procuramos atentar aos diferentes gêneros literários, a autoria, o contexto de produção dos documentos e as possíveis finalidades de sua produção. Por outro lado, procuramos estabelecer diálogos com a historiografia produzida sobre o tema e seu em torno. Acreditamos que a contribuição desse estudo está em revisitar o debate historiográfico acerca do governo mariano, muitas vezes apresentado como obscuro e retrógrado, em contraposição às informações recolhidas nas fontes e as perspectivas mais atuais sobre a temática.
Between 1777 and 1792, Portugal was ruled by the first woman regent on the Portuguese throne: D. Maria I. More quoted than studied, there are many gaps in the trajectory of D. Maria and even on her government. The central objective of this work was to reflect on the complex relations between the private and public life of the monarch and its unfolding. Because it was a biographical analysis, it was necessary to seek subsidies that also shed light on personal aspects, allowing the character to be de-sacralized. The sources collected for the execution of the proposal had different character: personal letters and of government, official documentation and memories produced in the Marian period. Because they are plural sources, we try to look at the different literary genres, the authorship, the context of production of the documents and the possible purposes of their production. On the other hand, we seek to established dialogues with the historiography produced on the theme and its surrounding. We believe that the contribution of this study is to revisit the historiographic debate about Marian government, often presented as obscure and retrograde, as opposed to the information gathered in the sources and the most current perspectives on the subject
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9292
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9708_DISSERTAÇÃO ANA ABENASSIF - REVISÃO 1.pdf998.18 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.