Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9369
Título: Agostinho e a sua crítica ao ceticismo no Contra Academicos
Autor(es): CRUZ, R. C.
Orientador: SANTOS, J. A. S.
Data do documento: 20-Jun-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CRUZ, R. C., Agostinho e a sua crítica ao ceticismo no Contra Academicos
Resumo: A presente pesquisa se propõe a analisar os contra argumentos que Agostinho faz ao ceticismo na sua obra Contra Academicos. Esses argumentos são: a questão da felicidade, da verossimilhança, da impossibilidade do conhecimento e da prescrição da suspensão do juízo. Essas temáticas eram defendidas dentro da Academia no período liderado por Arcesilau e Carnéadas e iam de encontro a doutrina estóica. O embate filosófico de Agostinho com a doutrina cético-acadêmica não era puramente teórica mas sim existencial. É assim tratado o percurso de vida e o itinerário intelectual dele como estando intimamente ligados. Uma analise sobre a estrutura do Contra Academicos e o conceito de philosophia nos escritos do retiro filosófico de Cassiacico revelam a motivação e as razões para que Agostinho tenha empreendido um embate contra o ceticismo acadêmico. A busca e a posse da verdade como possíveis era o objetivo de Agostinho, que a identifica com a pessoa de Cristo (Sabedoria de Deus). De maneira esforçosa se procurará oferecer ao leitor desta dissertação um conhecimento sobre a a vida, o pensamento e as nuances do jovem Agostinho nesse período.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9369
Aparece nas coleções:PPGFIL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11061_Dissertação - Ruan Coutinho da Cruz.pdf965.49 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.