Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9392
Título: A ideologia nos discursos do Papa Francisco: uma análise sociocognitivo-carismática
Autor(es): FERNANDES, V. V.
Orientador: NASCIMENTO, J. V.
Data do documento: 10-Mar-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FERNANDES, V. V., A ideologia nos discursos do Papa Francisco: uma análise sociocognitivo-carismática
Resumo: O objetivo principal desta dissertação é desvelar a ideologia nos discursos do Papa Francisco. O corpus de nossa pesquisa são 178 homilias proferidas pelo Papa nos três primeiros anos de seu pontificado. As homilias, por serem um gênero discursivo peculiar, apreendidas como discursos, foram fundamentais na escolha de nosso quadro teórico-metodológico. Dessa maneira, escolhemos a Análise Crítica do Discurso (ACD) por apresentar um caráter interdisciplinar, por não delimitar uma única metodologia para a realização das pesquisas e por manifestar um posicionamento explícito em relação aos problemas sociais. Dentre as várias vertentes que constituem a ACD, delimitamos nosso estudo, com base no empreendimento sociocognitivo de van Dijk (1999, 2010, 2012, 2014), por nos trazer questões relacionadas ao poder social, ao abuso de poder e ao contrapoder e por se preocupar com as maneiras pelas quais os textos (re)produzem e transmitem ideologias contrárias às minorias sociais. Ademais, esse empreendimento nos possibilita entender a relação entre sociedade, cognição e discurso. Contamos, ainda, com as contribuições de Weber (1981, 1999a, 1999b) acerca das características do líder carismático, e de Coleman (2009) sobre os princípios carismáticos. Para realizar as análises, delimitamos categorias sociocognitivas de van Dijk juntamente com as cinco características do líder carismático do sociólogo Weber e com os três princípios carismáticos do antropólogo Coleman. Essa delimitação nos permitiu constituir um quadro com as categorias selecionadas para a realização das análises. Os resultados revelam que as escolhas lexicais dos discursos do Santo Padre estão relacionadas aos três temas de grande relevância de seu governo. Em seus discursos, as metáforas são capazes de transmitir a ideologia de sua instituição e as polarizações são estratégias eficazes de manutenção da ideologia da Igreja Católica. O carisma do Sumo Pontífice latino-americano é o meio mais planejado do Conclave de 2013 de resgatar a imagem maculada da Igreja e a garantia infalível de restaurar o poder hegemônico dessa instituição bimilenar. Palavras-chave: Discurso. Papa Francisco. Empreendimento Sociocognitivo. Carisma.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9392
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10663_1-Dissertação final-diploma-Victor Fernandes.pdf1.5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.