Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9395
Título: O discurso publicitário midiático da Itaipava : as cenografias, a mulher e a cerveja em consumo
Autor(es): Marinho, Joyce Leite
Orientador: Nascimento, Jarbas Vargas
Data do documento: 9-Mar-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Nos últimos anos, percebemos, na mídia, a presença constante e explícita de estratégias discursivas apelativas e de exploração da sensualidade da mulher nas campanhas de publicidade de diferentes marcas de cerveja. A pesquisa com publicidades de cerveja é recorrente, porém a cerveja Itaipava ganhou visibilidade no mercado em 2015 e, por isso, pesquisas com esse corpus são recentes. Nossa pesquisa tem como objetivo examinar, em discursos publicitários da cerveja Itaipava, veiculados na mídia, a função dos interdiscursos, as cenografias, o papel dos mecanismos verbo-visuais e a imagem da mulher como objeto de consumo. Para fundamentar a pesquisa, servimo-nos da Análise do Discurso, em sua perspectiva enunciativo-discursiva, conforme Dominique Maingueneau (2008a, 2008b, 2010, 2013, 2015), privilegiando as categorias de interdiscurso, gênero de discurso e cenas de enunciação. Para Maingueneau, o discurso publicitário não apresenta uma cenografia fixa, organiza-se em função da interdiscursividade e está marcado por uma enunciação midiática que se organiza por práticas verbais e não verbais. O corpus da pesquisa é dividido em três grupos, cada um composto por sete discursos publicitários midiáticos da cerveja Itaipava. Esses discursos se justificam não só por sua organização interna, mas também pela forma como apelam para a estação do ano, o Verão, personalizado na modelo. A análise revelou-nos um discurso marcado pelo sensualismo e uma imagem de enunciador, preocupado em ressaltar o corpo e a sensualidade da mulher, ao mesmo tempo em que, por meio de estratégias discursivas e com diferentes cenografias produz efeitos de sentido manipuladores, visando impulsionar o consumo da bebida e da mulher.
Lately we have noticed in the media the constant and explicit presence of appealing discursive strategies and the exploration of the sensuality of women in the advertising campaigns of different brands of beer. The research on beer advertising is recurrent, but Itaipava beer gained market visibility in 2015 and, therefore, research with this corpus is recent. Our research aims to examine the role of interdiscourses, scenographies, the role of verbal-visual mechanisms, and the image of women as objects of consumption, in advertising speeches of Itaipava beer. To base the research, we use Discourse Analysis in its enunciative-discursive perspective, according to Dominique Maingueneau (2008a, 2008b, 2010, 2013, 2015), favoring the categories of interdiscourse, discourse genre and enunciation scenes. For Maingueneau, the advertising discourse does not present a fixed set design, is organized according to the interdiscursivity and is marked by a mediatic enunciation that is organized by verbal and nonverbal practices. The corpus of the research is divided into three groups, each composed of seven media discourses of Itaipava beer. These speeches are justified not only by their internal organization, but also by the way they appeal to the season, the summer, personalized in the model. The analysis revealed to us a speech marked by sensualism and an image of enunciator, concerned with highlighting the body and sensuality of women, while at the same time, through discursive strategies and with different scenographies, it produces manipulative meaning effects, in order to boost the consumption of the drink and the woman.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9395
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10757_PDF Dissertação.pdf4.24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.