Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9436
Título: EUTROFIZAÇÃO EM RESERVATÓRIOS ESTUDO DE CASO: RESERVATÓRIOS DE RIO BONITO E SUÍÇA (ES)
Autor(es): ARAUJO, D. R.
Orientador: Mendonça
Palavras-chave: Eutroficação
Água-qualidade
Reservatórios
Data do documento: 26-Abr-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ARAUJO, D. R., EUTROFIZAÇÃO EM RESERVATÓRIOS ESTUDO DE CASO: RESERVATÓRIOS DE RIO BONITO E SUÍÇA (ES)
Resumo: Os reservatórios da Pequena Central Hidrelétrica de Rio Bonito e Usina Hidrelétrica Suíça, localizados na bacia do rio Santa Maria da Vitória, um dos principais mananciais de abastecimento da Grande Vitória, recebem o aporte de nutrientes provenientes de esgotos domésticos, cultivos agrícolas e granjas. No presente estudo objetivou-se analisar as condições dos reservatórios, quanto a aspectos relacionados com eutrofização, a partir de resultados de monitoramentos de qualidade de água realizados entre outubro de 2008 e julho de 2014 em pontos situados no interior dos reservatórios. A classificação das águas do reservatório, quanto ao estado trófico, foi realizada através dos modelos de Salas e Martino (1991) e OECD (1982) e dos Índices de Estado Trófico (IET) de Carlson (1977), Toledo (1984), Lamparelli (2004) e Cunha (2012). O Índice Morfoedáfico foi utilizado para estimativa das reduções de cargas de fósforo afluentes aos reservatórios para manutenção de condições mesotróficas. Os resultados de classificação do estado trófico dos reservatórios de Rio Bonito e Suíça, indicaram classes de ultraoligotrófica a hipereutrófica dependendo do modelo e IET utilizado, mesmo a partir de valores de parâmetros registrados em um mesmo ponto em uma mesma campanha. Os resultados qualitativos e quantitativos do IET de Cunha, para os reservatórios da PCH Rio Bonito e da UHE Suíça, se apresentaram mais próximos daqueles obtidos com IET de Lamparelli (modelo de referência adotado pela CETESB) do que os correspondentes aos demais modelos e IETs. Valores obtidos para o Índice Morfoedáfico indicam necessidade de redução de cargas de fósforo para manutenção de condições mesotróficas nos reservatórios. O fato do reservatório Suíça se localizar a jusante do reservatório Rio Bonito conduziu a classificação em graus e classes de trofia geralmente inferiores aos correspondentes este último, considerando mesmos modelos e parâmetros, provavelmente pelo fato deste último reservatório estar funcionando como uma espécie de sistema de tratamento precário, causando redução da carga poluidora que aflui ao reservatório a jusante. Conclui-se ainda significativa influência de sazonalidade e precipitações pluviométricas sobre as estimativas de classes de estado trófico.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9436
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.