Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9443
Título: Proposição de metodologia baseada em indicadores de qualidade do solo para sustentabilidade da produção agrícola
Autor(es): BATISTA, N. L. F.
Orientador: TEIXEIRA, E. C.
Palavras-chave: tolerância à perda de solo
taxas de perda de solo
produção
Data do documento: 14-Dez-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: BATISTA, N. L. F., Proposição de metodologia baseada em indicadores de qualidade do solo para sustentabilidade da produção agrícola
Resumo: As perspectivas mundiais acerca do crescimento populacional ampliam as necessidades de produção de alimentos em todo o mundo. Aliado a isso, tem-se criado focos de tensão no meio ambiente, sobretudo em relação à degradação dos solos e escassez hídrica, que vem despertando nas últimas décadas a preocupação com a qualidade do solo e a sustentabilidade da produção agrícola. No Brasil, observa-se a necessidade de elaboração de estratégias de planejamento dos usos do solo de forma a minimizar os impactos decorrentes dos processos erosivos e assegurar uma produção agrícola sustentável. Metodologias de conservação do solo utilizando indicadores de qualidade do solo e erosão hídrica possíveis de serem aplicados em escala de bacias hidrográficas têm sido bastante utilizadas. O presente estudo propõe a elaboração de uma estratégia de avaliação dos impactos associados ao uso e ocupação dos solos e manejo agrícola utilizando o indicador balanço TPS-PS, obtido através da subtração entre a taxa de perda de solo (TP) e a tolerância à perda de solo (TPS) de cada sub-região da bacia. Para isso, emprega-se metodologia participativa na proposição de cenários alternativos, tomando por base a distribuição espacial dos solos e combinações de uso do solo/manejo agrícola/tipo de cultura e utilizando-se do mapa de compartimentação da bacia, que indica a suscetibilidade natural à erosão em todas as regiões da área estudada. O trabalho foi realizado na Bacia Hidrográfica do Córrego do Sossego (65 km²), localizada no município de Itarana/ES, a qual foi submetida à aplicação de cenários alternativos de uso e práticas conservacionistas, por meio de simulação matemática utilizando o modelo SWAT, de modo a verificar qualitativamente o impacto associado aos usos e manejos adotados. Os cenários alternativos selecionados bem como as regiões de aplicação da metodologia foram obtidos participativamente em oficina realizada com produtores rurais da região e técnicos do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Considerando as regiões selecionadas para a implementação da estratégia proposta, verificou-se uma redução na estimativa de produção de sedimentos, de aproximadamente, 55% em toda a bacia hidrográfica. Em todas as regiões selecionadas para aplicação da metodologia houve significativa redução de produção de sedimentos, contribuindo para o alcance da meta estabelecida de redução de produção de sedimentos na bacia. A estratégia proposta bem como as ferramentas de apoio à escolha dos cenários alternativos possibilitaram mostrar que o planejamento territorial participativo pode significativamente contribuir para a redução dos processos erosivos em bacias hidrográficas e aumento da produção agrícola, considerando as características ambientais, sociais e econômicas da região, além de auxiliar os tomadores de decisão na forma de utilizar os recursos financeiros inerentes às estratégias estabelecidas para cada região da bacia de forma eficiente.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9443
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10587_Nubia Batista_2016_Dissertação versão final.pdf3.7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.