Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9462
Título: Análise do Planejamento Ferroviário: uma Abordagem Utilizando Simulação a Eventos Discretos
Autor(es): FARIA, C. H. F.
Orientador: CRUZ, M.
Palavras-chave: planejamento ferroviário
logística
transporte ferroviário
Data do documento: 15-Ago-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FARIA, C. H. F., Análise do Planejamento Ferroviário: uma Abordagem Utilizando Simulação a Eventos Discretos
Resumo: O acentuado crescimento e a busca pelo transporte ferroviário de carga ao longo dos últimos anos fazem com que as decisões de logística impactem cada vez mais nos negócios das empresas nos quesitos relacionados à competitividade. Além disso, nota-se que o escopo logístico, por possuir uma importância fundamental e um custo considerável, recebe tradicionalmente uma atenção especial a nível gerencial. No setor ferroviário, tanto as modificações na infraestrutura do sistema a longo e médio prazo como, a construção de pátios de cruzamento, as duplicações ou as triplicações de trechos, as melhorias da via permanente para o aumento da tonelada por eixo ou da velocidade das composições, quanto os custos fixos e as decisões de curto prazo, como por exemplo, a conservação do material rodante, os gastos com combustíveis e com a equipagem necessária à uma operação eficiente, requerem elevados custos e/ou investimentos. Desse modo, as análises necessitam de uma atenção especial na forma como são realizadas e daí, surgem as ferramentas de auxílio às tomadas de decisões. Dentro desse contexto, o trabalho tem como objetivo desenvolver uma ferramenta de simulação a eventos discretos da cadeia logística em circuito fechado do minério de ferro, capaz de suportar análises nas três esferas de planejamento. No nível estratégico, com a definição da quantidade ideal de vagões na malha para realizar o volume projetado no longo prazo e o incremento da capacidade ferroviária com a inserção dos projetos de investimento em vias singelas e duplicadas. No nível tático, com a definição das capacidades ferroviárias trecho a trecho via simulação dinâmica. E no nível operacional, com a definição das melhores estratégias de manutenção programada de via permanente que impactem menos algumas variáveis como, o transit time e a capacidade. Como resultado, observou-se que os resultados obtidos pela ferramenta de simulação desenvolvida estão bem aderentes ao sistema real, trazendo respostas com baixo desvio padrão e índices de erro, ao considerar uma precisão nos resultados de 95%. Palavras-chaves: planejamento ferroviário, logística, transporte ferroviário,simulação.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9462
Aparece nas coleções:PPGEC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10340_Carlos Henrique Fernandes de Faria - Dissertacao_v9.pdf2.7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.