Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9474
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorAlvarez, Cristina Engel de-
dc.date.accessioned2018-08-01T23:58:48Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-01T23:58:48Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/9474-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectMódulos Antárticos Emergenciais (MAE)por
dc.subjectModelo PMV (Predicted Mean Vote)por
dc.titleAvaliação de desempenho e conforto térmico nos Módulos Antárticos Emergenciaispor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc624-
dc.subject.br-rjbnEstação Antártica Comandante Ferrazpor
dc.subject.br-rjbnConforto térmicopor
dc.subject.br-rjbnDesempenhopor
dc.subject.br-rjbnAntártica, Penínsulapor
dcterms.abstractOs Módulos Antárticos Emergenciais MAE, instalados na Península Keller na Antártica, desde 2013 têm servido à continuidade das atividades desenvolvidas no local após o incêndio de parte da Estação Antártica Comandante Ferraz em 2012. Tendo-se em vista que os MAE se situam em um local protegido e extremo, o objetivo do trabalho apresentado foi avaliar seu desempenho, com enfoque para o conforto térmico, considerando-se o bem-estar dos usuários, face às condições climáticas locais, e a necessidade de aquecimento do ambiente interno, que é realizado a partir da queima de combustível fóssil. Seguindo-se os procedimentos relativos à metodologia de Avaliação Pós-Ocupação, através da aplicação de questionários e da realização de medições de temperatura e umidade, com o tratamento dos dados coletados e análise dos resultados, foram identificados problemas relativos à estanqueidade, à distribuição da temperatura interna, e ao comportamento em uso. Dentre os principais resultados, verificou-se que não houve correlação entre a temperatura externa e a interna, sendo possível inferir que a envoltória mantém o ambiente interno bem isolado, apesar dos problemas de vedação, e/ou que o sistema de aquecimento é capaz de compensar as diferenças de temperatura. Acredita-se que as quedas de temperatura observadas podem ter sido provocadas pela abertura de portas, principalmente no período de verão, em que há mais usuários nos MAE. Os resultados obtidos através do cálculo do índice PMV, de conforto térmico, juntamente com os levantamentos realizados, mostraram que a ocorrência de frio é agravada pelo uso de vestimentas com baixo coeficiente de isolamento. De forma geral, foi possível concluir que, apesar dos problemas identificados, decorrentes principalmente do comportamento em uso, é provável que com pequenos ajustes seja possível atingir um alto desempenho nos MAE, proporcionando o necessário conforto aos usuários.por
dcterms.abstractThe Emergency Antarctic Modules – MAE have been serving to the continuity of the activities undertaken at the Keller Peninsula in Antarctica since 2013, after the fire that destroyed the main part of the Comandante Ferraz Antarctic Station in 2012. Taking into account that MAE are located at a protected and extreme area, the aim of the presented work was to evaluate their performance, with an emphasis on the thermal comfort, considering the well-being of the users, the local climate conditions and the necessity of heating, which is carried out from the burning of fossil fuel. Following the procedures related to the Post- Occupancy Evaluation methodology, through the application of questionnaires and conducting temperature and humidity measurements, with the treatment of the collected data and analysis of results, problems concerning the air tightness, the distribution of the temperature in the rooms, and behavior in use were identified. Among the main results, it was found that there was no correlation between the external temperature and the internal one, being possible to infer that the envelope keeps the indoor thermal environment well isolated, despite the sealing problems, and/or that the heating system is capable of compensating the differences of temperature. It is possible that the observed temperature drifts have been caused by opening doors, especially in the summer period, when there are more users in the MAE. The results obtained by calculating the PMV, which represents the predicted mean vote of thermal sensation for a group of users in a building, along with the surveys, showed that the occurrence of cold thermal sensation gets worse with the use of garments with low coefficient of insulation. Making some adjustments in the building – for example, in the sealing, with an eventual substitution of material – it would probably be possible to achieve a high performance in the MAE and, in the same way, the comfort obtained would be even higher with some adjustments in the behavior in use – for example, using garments with greater isolation.eng
dcterms.creatorMartins, Wagner Gomes-
dcterms.formatTexteng
dcterms.issued2016-08-29-
dcterms.languageporpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Civilpor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqEngenharia Civilpor
dc.publisher.courseMestrado em Engenharia Civilpor
dc.contributor.refereeGama, João Luiz Calmon Nogueira da-
dc.contributor.refereeZandonade, Eliana-
dc.contributor.advisor-coNico-Rodrigues, Edna Aparecida-
Aparece nas coleções:PPGEC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10458_dissertacao_wagner_g_martins.pdf13.2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.