Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9508
Título: Planejamento das Atividades e da Utilização dos Recursos na Operação de Vagões em Terminais Ferroviários.
Autor(es): PIMENTA, LUCAS DE BARROS
Orientador: Rosa, R. de A.
Data do documento: 22-Mar-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PIMENTA, L. B., Planejamento das Atividades e da Utilização dos Recursos na Operação de Vagões em Terminais Ferroviários.
Resumo: O transporte ferroviário cresceu no Brasil nos últimos anos e, assim, é necessário aumentar a capacidade das ferrovias. Uma forma de aumentar a capacidade das ferrovias é tornar os terminais ferroviários mais eficientes reduzindo o tempo de operação dos lotes de vagões nesses terminais. Esses, por sua vez, vêm recebendo investimentos em novos recursos, o que acresce a complexidade de planejamento nestes terminais, o que pode acarretar que os lotes de vagões fiquem mais tempo parados aguardando para serem operados, gerando custos e diminuindo a capacidade de transporte das ferrovias. Assim, esta dissertação propõe um modelo matemático baseado no Multi-Mode Resource Constrained Project Scheduling Problem (MRCPSP) para realizar o planejamento das atividades no terminal em função dos lotes de vagões que serão recebidos visando minimizar estadia desses lotes, incluindo o conceito de retenção para planejamento das atividades, a variação da disponibilidade de recursos ao longo do tempo em função de manutenção e, ainda, a alternativa dessas atividades serem processadas por modos diferentes (operação por múltiplos modos), considerando, além disso, o tempo de preparação de recursos (denominado tempo de setup). Após a revisão da bibliografia, não foi encontrado nenhum modelo matemático baseado no MRCPSP que considera o conceito de retenção dos recursos após processamento da atividade para aguardar a atividade sucessora ser concluída e, somado a isso, não foi identificada a aplicação desse modelo matemático a pátios ou terminais ferroviários levando em consideração diversos recursos por atividade, múltiplos modos de operação, possibilidade de indisponibilidade de recursos ao longo do tempo e tempo de setup. O modelo matemático foi testado com dados reais de um terminal ferroviário utilizando o CPLEX 12.6 para executar o modelo matemático proposto, com resultados melhores do que o planejamento das atividades realizado no terminal.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9508
Aparece nas coleções:PPGEC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12107_Dissertacao_Lucas.pdf14.6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.