Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9524
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSilva, Fátima Maria-
dc.date.accessioned2018-08-01T23:59:21Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-01T23:59:21Z-
dc.identifier.citationRODRIGUES, Simone Barni. Gerenciamento dos resíduos de amálgama odontológico na atenção primária à saúde nos municípios do Estado do Espírito Santo. 2016. 116 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia e Desenvolvimento Sustentável) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Tecnológicopor
dc.languageporeng
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectResíduos de serviços de saúdepor
dc.subjectMateriais dentáriospor
dc.subjectAmálgamas dentáriospor
dc.subjectMercúriopor
dc.titleGerenciamento dos resíduos de amálgama odontológico na atenção primária à saúde nos municípios do Estado do Espírito Santopor
dc.typemasterThesisen
dc.subject.udc628-
dcterms.abstractOBJETIVO: Analisar como ocorre o gerenciamento dos resíduos de amálgama odontológico gerados na Atenção Primária à Saúde (APS) nos municípios do Estado do Espírito Santo, uma vez que um adequado gerenciamento destes resíduos tem se mostrado suficiente para o controle do impacto ambiental do mercúrio proveniente da atividade odontológica, além de verificar o cumprimento da legislação vigente. METODOLOGIA: Os dados foram coletados através de questionário estruturado, respondido por 30 coordenadores municipais de saúde bucal dos municípios do ES entre os meses de maio e agosto de 2016. A amostra foi composta aleatoriamente por municípios das 4 regiões administrativas de saúde e de diferentes portes populacionais. RESULTADOS: O amálgama é utilizado no serviço público em 93% dos municípios participantes, mas seu resíduo é gerado em 100% dos municípios. Em 96% dos municípios se realizam menos do que 30 restaurações/dia de amálgama. O armazenamento temporário deste resíduo é feito em recipiente específico, conforme prevê a legislação em 89,3% dos municípiospor
dcterms.creatorRodrigues, Simone Barni-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2016-12-21-
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia e Desenvolvimento Sustentávelpor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado Engenharia e Desenvolvimento Sustentávelpor
Aparece nas coleções:PPGESA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10539_Simoni Barni.pdf1.26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.